sábado, 25 setembro 2021
quarta, 21 julho 2021 22:26

Entregou-se à Polícia Judiciária homem que atropelou três pessoas em Reguengos de Monsaraz

Escrito por
Pelos crimes cometidos, arrisca uma acusação de tentativa de homicídio Pelos crimes cometidos, arrisca uma acusação de tentativa de homicídio DR

O homem que na noite da passada sexta-feira atropelou três pessoas junto da esplanada de um bar de Reguengos de Monsaraz, entregou-se esta quarta-feira à Polícia Judiciária (PJ).
 
O individuo apresentou-se nas instalações da Unidade Local de Investigação Criminal (ULIC) de Évora da PJ, acompanhado de um advogado, tendo ficado detido de imediato, aguardando agora que seja apresentado ao juiz, para primeiro interrogatório judicial, o que deve acontecer na manhã desta quinta-feira.
 
Pelos crimes cometidos, arrisca uma acusação de tentativa de homicídio.
 
Ouvida pelo Jornal de Notícias (JN), fonte ligada ao condutor, que não quis ser identificada, referiu que "logo no dia dos acontecimentos, o suspeito arrependeu-se dos seus actos, tendo tido intenção de se entregar. Pretende ressarcir todos os lesados".
 
Em comunicado divulgado na passada segunda-feira, a Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz considerou que o caso de violência ocorrido na sexta-feira naquela cidade evidencia a "falta de efectivos" da Guarda Nacional Republicana (GNR) e considerou "fundamental" a identificação dos "infractores" e a abertura de "inquéritos".
 
O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, vai reunir-se na próxima terça-feira, dia 27 de Julho, com o Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, nas instalações do Ministério da Administração Interna (MAI), em Lisboa.
 
A reunião acontece depois de o presidente da autarquia de Reguengos de Monsaraz, ter pedido uma audiência, com carácter de urgência, a Eduardo Cabrita com o objectivo de "garantir um reforço de efectivos e de meios" da GNR.  
Modificado em quarta, 21 julho 2021 22:55

Deixe um comentário