quinta, 16 setembro 2021
domingo, 09 maio 2021 11:49

E já são conhecidas as medidas de coação aplicadas aos detidos da operação "Bad Way"

Escrito por
Os interrogatórios aos suspeitos decorreram no Tribunal Judicial de Estremoz Os interrogatórios aos suspeitos decorreram no Tribunal Judicial de Estremoz DR

Na passada quarta-feira, dia 5 de Maio, e tal como oportunamente noticiámos aqui, a Polícia Judiciária (PJ) levou a cabo uma megaoperação policial de combate ao cibercrime, denominada “Bad Way”.
 
Como resultado desta operação, tutelada pelo Ministério Público de Estremoz e que decorreu em vários pontos do país, tendo tido especial incidência em Estremoz, foram detidas 17 pessoas, 11 homens e seis mulheres, presumíveis autores de centenas de crimes de burla informática agravada, falsidade informática e acesso ilegítimo.
 
Durante dois dias, e sob apertadas medidas de segurança no exterior, os interrogatórios aos suspeitos decorreram no Tribunal Judicial de Estremoz.
 
Após terem sido ouvidos em primeiro interrogatório judicial, os 17 suspeitos ficaram a conhecer as medidas de coação que lhe foram aplicadas: prisão preventiva para um dos suspeitos, e apresentações periódicas às autoridades para os restantes 16 suspeitos.
 
Em comunicado enviado às redacções, a PJ revela que “a investigação iniciou-se há alguns meses, tendo por base vários casos de fraude perpetrados de forma organizada, com recurso à aplicação MBWay”.
 
Ainda na mesma nota é referido que “as várias diligências encetadas culminaram na identificação dos suspeitos, presumíveis autores de múltiplas acções criminosas, com impacto em centenas de vítimas”.
 
Modificado em domingo, 09 maio 2021 12:05

Deixe um comentário