sexta, 03 dezembro 2021

Com a obra “Época da Laranja”, o jovem estremocense Mauro Pinto conquistou a edição de 2021 do Prémio de Poesia Francisco Rodrigues Lobo, uma iniciativa conjunta entre a Livraria Arquivo e a Fundação da Caixa Agrícola de Leiria.
 
Como vencedor do Prémio de Poesia Francisco Rodrigues Lobo 2021, Mauro Pinto, para além de receber o valor pecuniário de mil euros e um objecto em cerâmica concebido e produzido pela Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, verá a obra “Época da Laranja” editada em livro.
 
O júri desta terceira edição do Prémio de Poesia foi composto por Carlos André, Cristina Nobre, Inês Fonseca Santos, João Paulo Cotrim e José Mário Silva.
 
Mestre em Engenharia Biomédica, Mauro Pinto, de 28 anos, é aluno de doutoramento em CIências e Tecnologias da Informação e professor assistente convidado no Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra. Nas horas livres, para além de ser locutor na Rádio Universidade de Coimbra, frequenta aulas de teatro numa companhia de teatro da cidade dos estudantes.
 
Ardina do Alentejo esteve à conversa com Mauro Pinto, que nos falou sobre si, sobre o prémio que agora conquistou e sobre o seu futuro literário. A cidade de Estremoz não ficou de fora desta breve conversa, nem o Alentejo, ou não se apresentasse Mauro como “alentejano. Serei sempre alentejano”.
 
Ardina do Alentejo – Para quem não o conhece, gostávamos que se apresentasse… Quem é o alentejano de Estremoz, Mauro Pinto?
Mauro Pinto (MP) – Vivi em Estremoz até aos dezoito anos. Seguiu-se a Universidade. Fui estudar para a Universidade de Coimbra, onde tirei a Licenciatura e o Mestrado em Engenharia Biomédica, com especialidade em Bioinformática. Durante esse tempo, entrei para a Rádio Universidade de Coimbra onde fui técnico de som e agora sou locutor. 
Actualmente, sou aluno de doutoramento no Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra, onde sou também professor assistente convidado.
No meu doutoramento, investigo maneiras de prever crises epiléticas com algoritmos evolucionários e com inteligência artificial, usando a actividade elétrica do cérebro. Frequento também, como um outro hobby, aulas de teatro numa companhia de teatro em Coimbra.
 

É em Estremoz que vive a minha família. Para além da família, tenho em Estremoz amizades para a vida.

Ardina do Alentejo – Surpreendido com o prémio alcançado com “Época da Laranja”?
MP – Muito surpreendido e feliz. Tal como o júri disse, não é nada fácil atribuir um vencedor em prémios literários. Não há vencedores na literatura. Não se trata de uma competição. Não creio que existam derrotados. Ganhamos sempre algo ao concorrer. Por isso, aproveito esta oportunidade para dar os parabéns a todos os que participaram. Parar para escrever, reflectir, e submeter algo tão íntimo é tarefa de grande coragem.
 
Ardina do Alentejo – Em termos literários, vamos ouvir falar mais do Mauro?
MP – O “Época da Laranja” será publicado no próximo ano, em 2022. Antes disso, acabo de publicar o meu primeiro livro de poesia: “Professor de Educação Física”, pela editora Douda Correria, que tem sessão de lançamento no dia 11 de Dezembro, às 17 horas, no Teatro A Barraca, em Santos, Lisboa. Estou muito grato ao Nuno Moura (editor da Douda Correria) pela oportunidade.
 
Ardina do Alentejo – E a cidade de Estremoz? Ficou definitivamente para trás?
MP – Venho a Estremoz algumas vezes por ano, especialmente em alturas festivas. É em Estremoz que vive a minha família. Para além da família, tenho em Estremoz amizades para a vida. Sempre que venho, aproveito para ir ao mercado ao sábado, onde compro, quase sempre, livros aos alfarrabistas. Apesar de gostar muito da cidade, não está nos meus planos voltar a viver em Estremoz.
 
Ardina do Alentejo – A quem for ler esta entrevista, que mensagem lhes deixa?
MP – Foram muitos os que me felicitaram pelo prémio. Estou muito grato por todo o carinho e pela divulgação. O meu muito obrigado. Apesar de viver em Coimbra há já cerca de 10 anos, apresento-me sempre como alentejano. Serei sempre alentejano.
Modificado em quinta, 02 dezembro 2021 00:59

Decorreu no passado fim de semana, mais uma Campanha de Recolha de alimentos promovida pelo Banco Alimentar Contra a Fome, recolha que não se verificava desde Maio de 2020.
 
Este foi mais um fim de semana em que voltou a haver equipas de voluntários nos supermercados de todo o país, a convidar os portugueses, de forma mais pessoal, à partilha de alimentos com as famílias com necessidades para que possam ter, não só um Natal mais feliz, mas alimento à mesa todos os dias.
 
Foi assim retomada, depois de uma interrupção imposta pela pandemia, a alegria da partilha, do voluntariado e da solidariedade nesta acção presencial, tão relevante numa altura em que se agravaram as situações de carência de muitas famílias portuguesas.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar junto da Coordenadora Concelhia do Banco Alimentar Contra a Fome, o concelho de Estremoz conseguiu angariar “4405 quilos em alimentos”. Maria José Cavaco referiu ainda que “este resultado coloca Estremoz em segundo lugar” no ranking distrital de volume de bens alimentares angariados, “apenas sendo suplantado pelo concelho de Évora”.
 
Participaram nesta Campanha de Recolha, e apenas no concelho de Estremoz, mais de 150 voluntários, que marcaram presença nos supermercados da cidade.
 
Esta acção contou ainda com o apoio do Agrupamento 736 de Estremoz do Corpo Nacional de Escutas, do Município de Estremoz, da Polícia de Segurança Pública (PSP), do Regimento de Cavalaria nº3 (RC3), das empresas estremocenses João Portugal Ramos Vinhos e SELSalsicharia Estremocense, Lda, do Grupo de Jovens Vicentinos, e de um grupo de benfeitores anónimos que cobrem as despesas da recolha.
 
Aproveitando a oportunidade concedida pelo nosso portal de informação, Maria José Cavaco agradeceu “a todos os voluntários e voluntárias, e a todos os que contribuíram”.

 

 
Modificado em quinta, 02 dezembro 2021 00:44

O desabamento do chão do primeiro andar de uma habitação, localizada na Rua Narciso Ribeiro, em Estremoz, ocorrido na tarde deste sábado, dia 27 de Novembro, provocou um ferido ligeiro.
 
Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, o alerta para esta ocorrência foi dado pelas 16:10 horas.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar junto de elementos da Protecção Civil, o ferido ligeiro, um homem, cuja idade não foi revelada, encontrava-se no interior da habitação a efectuar umas pequenas obras, quando o chão do 1º andar do edifício desabou.
 
Depois de estabilizado no local, o ferido foi transportado para o Serviço de Urgências Básicas (SUB) de Estremoz.
 
Ainda segundo o CDOS de Évora, estiveram presentes no teatro de operações, para além de elementos do Serviço Municipal de Protecção Civil de Estremoz, 13 operacionais dos Bombeiros Voluntários de Estremoz e da Polícia de Segurança Pública IPSP), auxiliados por cinco viaturas.
 
Modificado em sábado, 27 novembro 2021 18:45

No mês de Dezembro, é já tradicional na cidade de Estremoz, a realização do encontro de reformados e idosos do concelho, com um animado convívio gastronómico, que acaba por resultar num salutar reencontro de amigos, sendo sempre recordadas histórias e vivências de tempos que já lá vão.
 
Em nota de imprensa enviada às redacções, a Câmara Municipal de Estremoz revela que era seu intuito “assinalar a quadra natalícia com o tradicional encontro de reformados e idosos” do concelho, mas “o contexto pandémico” falou mais alto, bem como “a importância de cumprir as regras da Direcção Geral de Saúde”, pelo que este ano não se vai realizar o referido encontro, “devido ao facto da faixa etária a que se destina ser considerada de risco”.
 
No entanto, a Câmara Municipal de Estremoz não quer deixar de assinalar o simbolismo da época natalícia, pelo que pretende oferecer às famílias do concelho, “que tenham um membro com idade igual ou superior a 65 anos”, uma pequena lembrança de Natal. A autarquia estremocense salienta que “a oferta destina-se apenas a uma pessoa por agregado familiar”.
 
O Município liderado por José Daniel Sádio conta com o apoio das Juntas de Freguesia do concelho na divulgação desta iniciativa, a que resolveu dar o nome de “Natal para Todos”, assim como nas inscrições dos reformados e idosos.
 
As inscrições podem ser feitas até 4 de Dezembro, na sede das Juntas de Freguesia do concelho, ou no Serviço de Acção Social do Município, a funcionar no Centro Cultural Dr. Marques Crespo, na cidade de Estremoz.
Modificado em quarta, 24 novembro 2021 16:24

De forma a celebrar o quarto aniversário da elevação da Produção de Figurado em Barro de Estremoz como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO, elevação que aconteceu em Dezembro de 2017, a SEL - Salsicharia Estremocense decidiu lançar uma edição limitada de produtos com rótulos onde os Bonecos de Estremoz estão em destaque.
 
Em nota de imprensa enviada às redacções, a empresa estremocense refere que “o objectivo é promover o turismo rural e urbano em Estremoz, e dar a conhecer esta arte única juntamente dos produtos tradicionais alentejanos”.
 
A empresa liderada por Francisco Arvana salienta que “desta forma, o reconhecimento dos Bonecos de Estremoz e dos produtos tradicionais deste concelho chegarão aos quatro cantos do território nacional e internacional”. 
Modificado em terça, 23 novembro 2021 18:47

Na passada semana foram realizadas, pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), várias acções de fiscalização na cidade de Estremoz.
 
Segundo informação veiculada pela ASAE na sua página na Internet, dessas acções de fiscalização resultaram a instauração de dois processos “de contraordenação em estabelecimentos de restauração e bebidas, com suspensão da actividade de um dos operadores económicos, pelos ilícitos de violação dos deveres gerais da entidade exploradora, incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene e falta de Livro de Reclamações Electrónico”.
Modificado em terça, 23 novembro 2021 16:32

Évora Monte vai viver um Natal d’Emoções!

segunda, 22 novembro 2021 23:49

Através da sua página na rede social Facebook, a Junta de Freguesia de Évora Monte anunciou que entre os dias 12 de Dezembro de 2021 e 9 de Janeiro de 2022, “Évora Monte irá viver um Natal d'Emoções”.
 
Tendo como principal objectivo “dinamizar o turismo e a oferta cultural durante a época natalícia”, serão realizadas, numa organização da Junta de Freguesia de Évora Monte, uma série de iniciativas no centro histórico de Évora Monte.
 
O evento terá como principal atractivo a instalação de um Presépio de Rua, nos vários espaços públicos do centro histórico, que estará disponível para visita durante o período em que a freguesia do concelho de Estremoz irá viver um Natal d’Emoções.
 
No dia 12 de Dezembro, está programada a realização de um Mercadinho de Natal, para além de várias iniciativas de animação cultural e de rua, assim como a Caminhada Gorros e Luzes de Natal.
 
Na mesma publicação, a Junta de Freguesia liderada por António Serrano informa que “as inscrições” para participação no Mercadinho de Natal e na Caminhada poderão ser efectuadas na Junta de Freguesia, durante o horário de expediente, pelo telefone 268098049 ou através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..
 
É ainda referido que “ao longo desta semana serão divulgadas mais informações específicas sobre cada uma das actividades e sobre o programa do evento. Se pretende inscrever-se, como expositor no Mercadinho ou como participante na Caminhada, esteja atento(a)”.
 
Esta iniciativa conta com o apoio do Município de Estremoz.
Modificado em terça, 23 novembro 2021 00:02

Em assembleia geral realizada no passado dia 28 de Outubro, a Associação de Pais da Escola Secundária Rainha Santa Isabel (ESRSI) de Estremoz, elegeu os órgãos sociais para o ano lectivo 2021/2022.
 
Os novos órgãos sociais são os seguintes:
ASSEMBLEIA GERAL
Presidente - Maria Dulce Russo 
Vice-presidente - Maria de Fátima Garcia
Secretária - Alexandrina da Cunha Gonçalves
 
DIRECÇÃO
Presidente - Luís Manuel Eustáquio
Vice-presidente - Carla Isabel Pires
Secretário - João Daniel Carujo
Tesoureira - Raquel Cristina Figueira
Vogal - Ana Rute Lourenço
 
CONSELHO FISCAL
Presidente - Nádia Reis Dias
Primeiro vogal - Nataliya Shysh
Segundo vogal - Manuel Valério
Modificado em terça, 23 novembro 2021 15:54

Entre os dias 11 e 19 de Dezembro, o Jardim Municipal de Estremoz vai transformar-se no Jardim Natal.
 
Organizado pelo Município de Estremoz, esta iniciativa, onde a magia floresce, promete muitas surpresas.
 
Um dos mais emblemáticos espaços verdes da cidade branca do Alentejo vai receber o Mercadinho de Natal, iluminações de Natal, um carrosel, a presença do Pai Natal, e guloseimas diversas, entre muitas outras actividades.
 
Um das grandes atracções deste Jardim Natal Estremoz 2021 será a pista de gelo, que será instalada junto ao jardim, mais concretamente no parque de estacionamento do Regimento de Cavalaria 3, junto ao Palácio Reynolds.
 
O convite está feito. Agora é só marcar na sua agenda! De 11 a 19 de Dezembro, Jardim Natal Estremoz 2021, no Jardim Municipal da cidade.
Modificado em terça, 23 novembro 2021 15:18