terça, 23 julho 2019
domingo, 19 abril 2015 11:39

Comendador Rui Nabeiro no Intermarché de Estremoz nas comemorações do Dia Internacional do Café

Escrito por
Paula Esperança, Comendador Rui Nabeiro, Adriana e Pedro Esperança Paula Esperança, Comendador Rui Nabeiro, Adriana e Pedro Esperança Rádio Borba/LMM
O Intermarché de Estremoz, numa iniciativa em parceria com a Delta Cafés, comemorou no dia de hoje, Sábado, 18 de Abril, o “Dia Internacional do Café”.
 
Pelo segundo ano consecutivo, a superfície comercial gerida por Pedro e Paula Esperança, assinalou a efeméride, e à semelhança do que aconteceu em 2014, contou com a presença do Comendador Manuel Rui Azinhais Nabeiro, administrador do Grupo Delta Cafés.
 
Durante toda a manhã, aos clientes que passaram pelo Intermarché de Estremoz, foi oferecido um café. A boa disposição de toda a equipa e a animação feita por Luís Manuel Martins, locutor e animador da Rádio Borba, contribuíram para o sucesso da iniciativa.
 
O administrador do Grupo Delta Cafés disse que aceitou o convite para estar presente na loja Intermarché de Estremoz visto “esta ser uma loja do povo e eu também pertenço a esse mesmo povo. O convite para eu estar aqui para mim é um orgulho e ao mesmo tempo um agradecimento”.
 
Aos microfones do “Ardina do Alentejo”, o Comendador Rui Nabeiro falou sobre Estremoz e sobre o Intermarché local.
 
Recuando uns anos, o Comendador Nabeiro referiu que “Estremoz é uma terra que eu conheci sempre bem e porquê? Primeiro porque quando se passava para Lisboa tinha de se entrar em Estremoz e depois porque tive aqui o meu filho no Colégio de São Joaquim, desde a admissão ao Liceu até ao 5º ano do Liceu, vim a esta cidade várias vezes, sempre que ele não ia a Campo Maior”. 
 
Olhando para o presente, o empresário alentejano frisou que “enquanto muitas terras estão parando, Estremoz está crescendo. Comparo-a muito a Campo Maior. As pessoas acreditaram, as pessoas fazem o seu comércio, fazem a sua indústria, dão vida à cidade. Estremoz hoje é um marco no Alentejo e não há demasiadas terras no Alentejo que o possam dizer. Até mesmo terras maiores que Estremoz ou Campo Maior”. 
 
Para Pedro Esperança, o “Senhor Café” deixou os mais rasgados elogios: “Este é um empresário que sabe trabalhar, sabe o que quer e consegue também ele levar esta terra a um nível que merece”. 
 
Rui Nabeiro salientou ainda que “Estremoz tem também tido uma câmara que tem feito um trabalho bom, mesmo óptimo. Conheço bem quem passou anteriormente por esta câmara, mas falo também nesta que está agora em funções e que já esteve noutros mandatos”. 
 
Concluiu dizendo que “conjugando todos estes factores, estamos perante uma terra que está em progresso”.
 
O gerente do Intermarché de Estremoz afirmou aos jornalistas que esta parceria com a Delta Cafés para a comemoração do “Dia Internacional do Café”, “é claramente importante”. Pedro Esperança salientou que “na vida sempre pensei conquistar amigos e o Comendador Rui Nabeiro é um amigo que conquistei e a parceria que temos em termos comerciais é o culminar da nossa relação, mas acima de tudo, a importância é a amizade que temos para além do factor empresarial”.
 
O aderente Intermarché assegurou que a comemoração deste dia é para continuar. “Os Mosqueteiros têm uma filosofia de proximidade e de puxar pela economia local. Esta parceria fomenta esse mesmo espirito. O que fizemos o ano passado foi bom, o que é bom nós temos que dar seguimento e claramente que para o ano queremos fazer naturalmente e quem sabe ainda melhor” concluiu.
 
Sobre as remodelações que aconteceram no Bar/Padaria do Intermarché de Estremoz, Pedro Esperança referiu ao “Ardina do Alentejo” que “nós na vida temos um limite e esperamos que esse limite seja longínquo e esse só Deus sabe. Durante o nosso percurso temos de procurar sempre puxar por nós próprios, criando atractividade a quem nos visita. O que fizemos no Bar/Padaria foi dar continuidade áquilo que nós começámos há seis anos atrás”.
 
Pedro Esperança concluiu assegurando que “já há ideias para novos e futuros desafios”. Não os revelou porque como diz a sabedoria popular “o segredo é a alma do negócio”.
 
Durante as comemorações do “Dia Internacional do Café” no Intermarché de Estremoz foi sorteada uma máquina de café Delta Q, que saiu a Céu Pinto.
 
Modificado em domingo, 19 abril 2015 13:20

Deixe um comentário