domingo, 08 dezembro 2019
sexta, 19 agosto 2016 21:59

MNE considera muito graves as agressões em Ponte de Sôr

Escrito por
Marcelo Rebelo de Sousa mostrou-se "preocupado e chocado com estes acontecimentos" Marcelo Rebelo de Sousa mostrou-se "preocupado e chocado com estes acontecimentos" DR
O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) considerou hoje, sexta-feira, muito grave o caso da agressão do jovem de 15 anos ocorrido em Ponte de Sôr. Em comunicado, o MNE classifica o caso como sendo "de tamanha gravidade e com consequências tão extremas e condenáveis".
 
Na nota enviada às redacções, o gabinete do Ministro socialista Augusto Santos Silva adianta que ainda não foi contactado pelas autoridades judiciárias para "desenvolver qualquer diligência no âmbito das suas competências". Mas garante que, logo que for solicitado, vai desenvolver "as diligências que se revelarem necessárias e adequadas, no âmbito do Direito Internacional, para favorecer a administração da justiça" na sequência do caso.
 
A Procuradoria-Geral da República assegurou igualmente hoje que o caso das agressões ao jovem de Ponte de Sôr, alegadamente pelos dois filhos do Embaixador do Iraque em Portugal, deu origem à "existência de um inquérito, o qual se encontra em investigação".
 
Presidente da República preocupado
 
Através da Casa Civil, o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa contactou esta sexta-feira o Hospital de Santa Maria, para se inteirar do estado de saúde do jovem espancado. "O Presidente está preocupado e chocado com estes acontecimentos e espera que o jovem possa recuperar dos graves ferimentos", disse fonte da Presidência.
 
c/ LUSA
Modificado em sexta, 19 agosto 2016 22:34

Deixe um comentário