quarta, 27 outubro 2021
quarta, 15 setembro 2021 00:30

Chuva forte provoca mais de 120 inundações no Alentejo

Escrito por
Nos três distritos alentejanos foram também registadas algumas quedas de árvores Nos três distritos alentejanos foram também registadas algumas quedas de árvores DR

Segundo foi revelado por fontes da Protecção Civil, a chuva forte que caiu no Alentejo, no dia de ontem, terça-feira, 14 de Setembro, provocou, numa contabilidade efectuada até às 20:30 horas, mais de 120 inundações em diversos concelhos dos distritos de Évora, Beja e Portalegre, registadas sobretudo em vias públicas e habitações.
 
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora indicou que no distrito eborense ocorreram 49 inundações, em diversos concelhos, sobretudo em Vila Viçosa, Borba, Reguengos de Monsaraz, Mourão e Évora.
 
No distrito de Évora, estiveram envolvidos nas operações 193 elementos de diversas corporações de bombeiros, dos variados Serviços Municipais de Protecção Civil e da Guarda Nacional Republicana (GNR).
 
No distrito de Beja, e segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do distrito do Baixo Alentejo, foram registadas no distrito 47 inundações, nos concelhos de Moura, Serpa, Barrancos e Beja.
 
A mesma fonte adiantou que o concelho de Moura foi o mais afectado, tendo ocorrido a "derrocada parcial do telhado de uma habitação".
 
No distrito de Portalegre, de acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), ocorreram 27 inundações, em diversos concelhos, com "maior incidência", nos concelhos de Avis e Ponte de Sor.
 
A fonte do CDOS de Portalegre indicou ainda que no distrito do Norte Alentejano foram registadas 47 ocorrências relacionadas com o mau tempo.
 
Nos três distritos alentejanos foram também registadas algumas quedas de árvores.
 
Todos os distritos de Portugal Continental estão nesta quarta-feira sob aviso amarelo, devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, de granizo, acompanhados de rajadas de vento forte e trovoadas, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
 
O aviso amarelo para os 18 distritos do Continente vai estar em vigor até às 12 horas de hoje.
 
O aviso amarelo é emitido sempre que há risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.
 
O IPMA prevê "muita instabilidade" até quinta-feira, com "precipitações localmente fortes", particularmente em Leiria, Lisboa e Setúbal.
 
De acordo com o instituto, "são expectáveis precipitações localmente fortes, com impactos significativos, em particular em meios urbanos, onde há risco de cheias rápidas, e na circulação rodoviária".
 
Esta situação ocorre "devido à aproximação de uma depressão a Portugal Continental com expressão em altitude, à qual estão associadas massas de ar tropicais, instáveis e com elevados conteúdos em vapor de água".
 
c/ LUSA
Modificado em quarta, 15 setembro 2021 11:56

Deixe um comentário