sábado, 04 dezembro 2021
sábado, 17 julho 2021 13:41

Choque frontal no IC1 provoca um morto e quatro feridos, dois deles graves

Escrito por
Dos quatro feridos registados neste acidente, dois são considerados feridos graves e dois feridos ligeiros Dos quatro feridos registados neste acidente, dois são considerados feridos graves e dois feridos ligeiros DR

Na manhã deste sábado, dia 17 de Julho, um choque frontal entre duas viaturas ligeiras, ocorrido no Itinerário Complementar 1 (IC1), na freguesia de Alvalade, no concelho de Santiago do Cacém, provocou um morto e quatro feridos.
 
A vítima mortal é um cidadão britânico do sexo masculino, com 49 anos de idade, que era o único ocupante de um dos veículos ligeiros envolvidos neste choque frontal e cuja morte foi confirmada no local pelo médico da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital do Litoral Alentejano (HLA). O corpo foi tansportado para a morgue do HLA.
 
Cerca das 13:20 horas, o trânsito encontrava-se cortado nos dois sentidos do IC1, tendo sido accionado para o local um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).
 
Segundo informação recolhida pelo Ardina do Alentejo junto da Protecção Civil, o alerta para esta colisão rodoviária foi dado às 11:36 horas, na zona da Mimosa, em Santiago do Cacém.
 
Dos quatro feridos registados neste acidente, dois são considerados feridos graves, uma delas uma criança, uma menina com 10 anos de idade, e dois feridos ligeiros, igualmente uma delas criança.
 
A criança considerada ferida grave foi helitransportada para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, enquanto que a criança ferida ligeira, um menino com sete anos de idade, foi transportada de ambulância para o Hospital de Beja, bem como o outro ferido ligeiro. Um dos feridos considerados grave, uma mulher com 36 anos, foi transportada para o Hospital de Beja. 
 
As causas deste trágico acidente, ocorrido ao quilómetro 627 do IC1, estão a ser investigadas pelo Núcleo de Investigação de Crimes de Acidentes de Viação (NICAV) da GNR.
 
No teatro de operações, a prestar socorro às vítimas, estiveram mobilizados 41 operacionais, das corporações de Bombeiros Voluntários de Alvalade, de Ferreira do Alentejo  e de Aljustrel, bem como elementos da Guarda Nacional Republicana (GNR) e do INEM, auxiliados por 15 viaturas, entre as quais a viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Odemira e a VMER do HLA.
 
Em declarações à CM TV, Octávio Candeias, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Alvalade, revelou que "nesta zona onde foi o acidente já aqui foram registados alguns acidentes visto ser uma curva um pouco acentuada. Não é este o primeiro acidente mortal acontecido aqui". 
 
Modificado em sábado, 17 julho 2021 22:07

Deixe um comentário