sábado, 27 fevereiro 2021
domingo, 13 dezembro 2020 09:00

Agente da Esquadra da PSP de Évora morre após atropelamento

Escrito por
O suspeito deste atropelamento, que se viria a revelar fatal, é guarda prisional, no Estabelecimento Prisional do Linhó O suspeito deste atropelamento, que se viria a revelar fatal, é guarda prisional, no Estabelecimento Prisional do Linhó DR
Em sequência de um atropelamento, um agente da Esquadra de Évora da Polícia de Segurança Pública (PSP) morreu, na madrugada deste domingo, 13 de Dezembro.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar, o atropelamento ocorreu na noite de ontem, sábado, dia 12 de Dezembro, cerca das 21:45 horas, na zona do Rossio de São Brás, na cidade eborense, tendo o condutor do veiculo envolvido no atropelamento se colocado de imediato em fuga. Segundo informação avançada pelo Correio da Manhã, o suspeito do atropelamento é um guarda prisional.
 
Segundo informações recolhidas junto do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, o polícia não estava de serviço, tendo sido transportado, em estado grave, para o Hospital do Espírito Santo de Évora, não resistindo aos ferimentos, acabando por falecer.
 
O agente da PSP explorava, em conjunto com a sua esposa, um quiosque na zona do Rossio de São Brás, em Évora.
 
Ainda segundo o Correio da Manhã, o suspeito deste atropelamento, que se viria a revelar fatal, é guarda prisional, no Estabelecimento Prisional do Linhó, tendo já sido detido, cerca das 04 horas desta madrugada, junto ao bairro do estabelecimento prisional, localizado no concelho de Sintra.
 
Esta detenção foi efectuada por uma equipa do destacamento de intervenção de Lisboa, sediado em Mem Martins, em colaboração com os postos de Sintra e Alcabideche, avança o diário.
 
Através da sua página na rede social Facebook, a direcção da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP), lamentou o sucedido, apresentando as condolências “à família e amigos do colega Doce, do Comando da PSP de Évora, que faleceu esta madrugada vítima de atropelamento, quando prestava auxílio a uma vítima de suposta agressão”, acrescentando que a "PSP está de luto por mais este trágico acontecimento".
 
 
Igualmente através da rede social Facebook, o Sindicato Nacional da Polícia (SINAPOL) deu conta da morte do agente Doce: "O SINAPOL lamenta informar que um colega nosso da PSP de Évora, que esta tarde foi intencionalmente e covardemente atropelado, não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer". O SINAPOL termina a sua publicação referindo “mais um colega assassinado, mais uma 'VIDA SEM VALOR'. Apresentamos, neste momento de dor as nossas condolências à família, amigos e colegas".
Modificado em domingo, 13 dezembro 2020 10:55

Deixe um comentário