quarta, 25 novembro 2020
terça, 27 outubro 2020 00:05

Montemor-o-Novo - Pulseira electrónica para homem que agredia a mulher à frente do filho

Escrito por
Esta detenção surge “no âmbito de uma denúncia” Esta detenção surge “no âmbito de uma denúncia” DR
Através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Especificas (NIAVE), o Comando Territorial de Évora da Guarda Nacional Republicana (GNR), deteve no passado sábado, 24 de Outubro, no concelho de Montemor-o-Novo, um homem de 43 anos, por violência doméstica.
 
De acordo com a força de segurança, esta detenção surge “no âmbito de uma denúncia”, tendo os militares realizado uma investigação “que permitiu apurar que o suspeito sempre apresentou um comportamento possessivo com a sua companheira, uma mulher de 40 anos, durante os cinco anos de relacionamento”. Em comunicado, a autoridade acrescenta que “nos últimos tempos, as agressões psicológicas aumentaram, passando também a infligir agressões físicas, que aconteciam diante do filho de ambos, com três anos de idade”.
 
Na nota enviada às redacções é referido que, após a investigação, “foi dado cumprimento a um mandado de detenção”, tendo o detido sido presente “ao Tribunal Judicial de Évora”, onde lhe foi aplicada a medida de coação de proibição de contactos e de aproximação da vítima, sendo essa “medida fiscalizada por meios técnicos de controlo à distância”, a tradicional pulseira electrónica.
 
Modificado em terça, 27 outubro 2020 00:15

Deixe um comentário