segunda, 26 outubro 2020
segunda, 17 agosto 2020 10:19

Continua a subir o número de casos de Covid-19 em Mora

Escrito por
Este surto na vila alentejana surgiu no dia 9 deste mês, quando foram confirmados os primeiros três casos positivos na comunidade Este surto na vila alentejana surgiu no dia 9 deste mês, quando foram confirmados os primeiros três casos positivos na comunidade DR
E continua a aumentar o número de pessoas infectadas com o novo coronavírus no concelho de Mora.
 
Através de uma informação à população, assinada pelo Presidente da autarquia morense, Luís Simão de Matos, e publicada na página oficial do Município de Mora na rede social Facebook, é dado a conhecer a “existência de mais três casos positivos, o que perfaz um total de 39, todos na Freguesia de Mora”.
 
Ainda segundo a mesma nota, e referindo dados recebidos da Unidade de Saúde Pública do Alentejo, “há três pessoas internadas” no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), uma delas na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).
 
Embora “não querendo de forma nenhuma mostrar demasiado optimismo”, Luís Simão de Matos está convicto de que “a situação pode estar a entrar numa fase de maior controlo”, assegurando que “os próximos dias irão confirmar isso”.
 
Luís Simão de Matos adiantou à LUSA que, durante a semana que agora começa, vão ser testados todos os funcionários do Município e que vai solicitar também a realização de testes por partes dos efectivos do posto da Guarda Nacional Republicana (GNR) e dos Bombeiros Voluntários de Mora.
 
Em declarações à Rádio Comercial, o autarca de Mora garantiu que “12% da população já foi testada” e que os testes vão continuar, tal como até aqui, a ser feitos nas instalações da Casa do Povo da vila.
 
Este surto na vila alentejana surgiu no dia 9 deste mês, quando foram confirmados os primeiros três casos positivos na comunidade, número que foi subindo, todos os dias, à medida que foram sendo testados os contactos de pessoas infectadas.
 
A Câmara de Mora activou o Plano Municipal de Emergência para lidar com este surto e fechou, no início da semana passada, os serviços de atendimento ao público e outros equipamentos, como a Oficina da Criança, a Casa da Cultura, o Centro de Actividades de Tempos Livres e instalações desportivas.
 
Ao longo da última semana, segundo o relato do autarca local, foram fechando cafés, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais, com a população confinada em casa, por precaução.
 
c/ LUSA
Modificado em segunda, 17 agosto 2020 10:53

Deixe um comentário