terça, 07 julho 2020
quinta, 19 dezembro 2019 17:52

Depressão Elsa chega ao Alentejo, em força, ao início da noite

Escrito por
Segundo a Protecção Civil, no Alentejo já foram registadas diversas ocorrências, nomeadamente a queda de árvores Segundo a Protecção Civil, no Alentejo já foram registadas diversas ocorrências, nomeadamente a queda de árvores DR
Apesar de já ter causado alguns estragos no Alentejo, a depressão Elsa ainda não chegou, em força, ao território alentejano.
 
Em declarações à comunicação social, o Comandante Pedro Nunes, porta-voz da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), referiu que “o estado do tempo vai agravar-se ao longo do dia de norte para sul. A precipitação e os ventos fortes vão atingir a zona centro ao final da tarde, o Alentejo ao início da noite e o Algarve, de madrugada, sem perder a força”.
 
O porta-voz da ANPC alertou ainda que a "situação meteorológica complexa vai continuar nas próximas horas, provavelmente nos próximos dias", prevendo que as condições meteorológicas "melhorem significativamente a partir da tarde de sábado e manhã de domingo".
 
Segundo a Protecção Civil, no Alentejo já foram registadas diversas ocorrências, nomeadamente a queda de árvores, nos concelhos de Almodôvar, Arraiolos, Montemor-o-Novo, Borba, Estremoz, Nisa, Vila Viçosa, Odemira, Portalegre, Monforte, Mértola, Évora e Elvas.
 
Ainda segundo a mesma fonte, no concelho de Nisa já se registaram inundações e deslizamentos de terras.
 
A queda de um poste de electricidade e de uma árvore de grande porte, na freguesia de Rio de Moinhos, no concelho de Borba, provocou o corte temporário de uma estrada, para trabalhos de remoção dos destroços e limpeza da via, numa ocorrência que mobilizou 13 operacionais, apoiados por cinco viaturas. 
Modificado em quinta, 19 dezembro 2019 18:30

Deixe um comentário