Imprimir esta página
segunda, 28 outubro 2019 19:06

Acidente na ponte da Barragem da Vigia - Condutor acusou álcool

Escrito por
Todas as vítimas são jovens, com idades compreendidas entre os 19 e os 24 anos Todas as vítimas são jovens, com idades compreendidas entre os 19 e os 24 anos O Digital
O jovem de 24 anos que conduzia o ligeiro de mercadorias que na madrugada de sábado para domingo se despistou na ponte da Barragem da Vigia, em Redondo, no distrito de Évora, da qual resultaram três vítimas mortais, e três feridos, um em estado grave e dois considerados ligeiros, tinha álcool no sangue.
 
O condutor acusou uma taxa inferior a 1,2 g/l de álcool no sangue, um valor que não é considerado crime, razão pela qual o jovem não foi detido, mas pode responder pelo crime de homicídio por negligência.
 
O acidente aconteceu depois de uma noite de festa onde foi consumido muito álcool. Horas antes do despiste, os jovens partilharam várias fotografias nas redes sociais.
 
O alerta para um despiste de uma viatura ligeira de mercadorias, ocorrido na Estrada Regional 381 (ER 381), entre a localidade de Montoito e a vila de Redondo, foi dado às 05:10 horas.
 
À chegada ao local, as autoridades depararam-se com um cenário macabro e que fugia da tipologia normal de um despiste, desde logo devido ao número de vítimas, seis no total, quando a única viatura sinistrada era uma carrinha comercial e que deveria circular apenas com o número máximo de dois passageiros.
 
Todas as vítimas estavam fora da viatura e havia sinais de arrastamento de corpos registados na via, factos que obrigaram as autoridades a colocarem como hipótese outra realidade que a de apenas um despiste.
 
A Polícia Judiciária (PJ) foi activada e esteve durante todo o dia a fazer diligências para tentar entender o que se passou neste despiste.
 
Todas as vítimas são jovens, com idades compreendidas entre os 19 e os 24 anos.
 
As vítimas mortais foram Jéssica Silva, de 19 anos, Filipe Rêgo, de 23 anos, e Alfredo Reis, de 24 anos. 
 
Entre os feridos, que foram transportados para o Hospital do Espírito Santo, em Évora, com protecção policial, estão Carolina Medinas, de 20 anos, Tiago Frade, de 23 anos e Filipe Faleiro, de 24 anos.
 
Os jovens eram todos residentes nos concelhos de Reguengos de Monsaraz e Évora. 
 
A ER 381 esteve cortada mais de 11 horas.
 
A PJ já afastou a hipótese de crime com a intervenção de terceiros, faltando agora apurar as reais circunstâncias deste despiste fatal para três jovens do distrito de Évora. 
 
c/ CMTV
Modificado em segunda, 28 outubro 2019 19:18

Itens relacionados