terça, 15 outubro 2019
terça, 08 outubro 2019 01:00

Legislativas 2019 - Resultados no distrito de Portalegre

Escrito por
O partido liderado por António Costa venceu em 14 dos 15 concelhos do distrito de Portalegre O partido liderado por António Costa venceu em 14 dos 15 concelhos do distrito de Portalegre DR

O Partido Socialista (PS) foi o partido mais votado no distrito de Portalegre, alcançando 44,73% dos votos, elegendo os dois deputados que estavam em disputa pelo Círculo Eleitoral portalegrense. O partido liderado por António Costa venceu em 14 dos 15 concelhos do distrito de Portalegre, tendo obtido a sua votação mais expressiva em Gavião, com 53,52% de votos. Os socialistas apenas não ganharam em Avis, onde a vitória foi para a CDU - Coligação Democrática Unitária, que obteve na terra bastião comunista 39,12% de votantes. O Partido Social Democrata (PSD) foi a segunda força política mais votada no distrito do Alto Alentejo, obtendo 20,08% dos votos, não conseguindo eleger qualquer deputado. A melhor prestação do partido liderado por Rui Rio foi em Castelo de Vide, onde os sociais-democratas alcançaram 31,83% da votação. O pódio destas Legislativas 2019 no distrito de Portalegre fica fechado com a CDU, que obteve 10,46% dos votos.

 
Destaque ainda nesta observação de resultados para o Bloco de Esquerda (BE), que perde no distrito de Portalegre, quase 1500 votos em relação às Legislativas de 2015, e para o Chega, de André Ventura, que alcança no distrito portalegrense o seu melhor resultado a nível nacional, com 2,74% dos votos, ficando, à semelhança do que aconteceu também no distrito de Évora, à frente do PAN - Pessoas - Animais - Natureza.
 
Avis foi o concelho onde a abstenção foi mais baixa (37,01%) e Elvas foi o concelho onde menos gente foi votar (55,80%).
 
Os deputados que irão representar o distrito de Portalegre na Assembleia da República são Luís Testa e Ricardo Pinheiro, ambos do PS. Com esta reeleição, Luís Testa mantém o lugar de deputado, cargo que desempenhou nos últimos quatro anos, enquanto que para Ricardo Pinheiro esta eleição é uma estreia. No entanto, o actual Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, terá que abandonar a autarquia da terra do café para poder ingressar no Palácio de São Bento.
 
 

 

Modificado em terça, 08 outubro 2019 03:35

Deixe um comentário