segunda, 18 novembro 2019
quinta, 12 setembro 2019 00:09

GNR detém duas pessoas pelo crime de incêndio florestal

Escrito por
Os suspeitos foram detidos e constituídos arguidos, e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Grândola Os suspeitos foram detidos e constituídos arguidos, e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Grândola DR
Através de militares do Comando Territorial de Setúbal, a Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve em Grândola, na passada terça-feira, dia 10 de Setembro, um homem e uma mulher, pelo crime de incêndio florestal.
 
Segundo nota enviada às redacções, “após ter sido comunicado, por populares, que estava a deflagrar um incêndio florestal, militares do Núcleo de Protecção Ambiental do Posto Territorial de Grândola deslocaram-se para o local, tendo-se dirigido ao provável ponto de ignição do incêndio, onde, foi possível avistar os suspeitos e proceder à detenção dos mesmos”.
 
Ainda segundo o mesmo comunicado, “após algumas diligências no local, foi possível verificar que a causa do incêndio estaria na utilização de um veículo agrícola equipado com um roça-mato, sendo que o mesmo ficou destruído pelo incêndio”. 
 
Do incêndio resultou a destruição de cerca de 40 hectares de mato (sobreiros, azinheiras, eucaliptos e mato), tendo sido colocada uma habitação em risco.
 
Os suspeitos foram detidos e constituídos arguidos, e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Grândola.
Modificado em quinta, 12 setembro 2019 00:23

Deixe um comentário