segunda, 18 junho 2018

Vila Viçosa - Hospital informa morte de doente à família errada

Escrito por  Publicado em Região %PM, %24 %825 %2017 %19:%Set.
Centro Hospitalar de Lisboa Central apresentou pedido de desculpas à família Centro Hospitalar de Lisboa Central apresentou pedido de desculpas à família Pedro Catarino
Um erro, relacionado com a parecença de nomes, poderá estar na causa de um incidente, no mínimo desagradável, ocorrido na passada quarta-feira, dia 20 de Setembro.
 
Depois de contactada a agência funerária, o caixão foi escolhido, a sepultura foi aberta, e a data do funeral foi marcada. Mas quando os familiares se deslocavam no carro funerário para ir buscar o corpo ao Hospital de Santo António dos Capuchos, em Lisboa, foram informados de que afinal o doente estava vivo e que tinha havido uma troca de identidades.
 
Maria José, proprietária da Agência Funerária Serrano, em Vila Viçosa, disse que “nunca nos tinha acontecido uma situação destas”. Em declarações ao Correio da Manhã, a empresária assegurou que “a família ficou destroçada”.
 
Na madrugada dessa quarta-feira, os familiares do doente, um homem de 51 anos, residente em Vila Viçosa, requisitaram os serviços da agência funerária de Maria José. 
 
Pelas 09 horas, Maria José e uma irmã do doente iniciaram a viagem para reconhecimento e levantamento do corpo. No Hospital de Santo António dos Capuchos já se encontravam outros familiares, preparados para entregar a roupa e calçado para vestir o morto quando foram informados da troca das identidades. 
 
O CM tentou, sem sucesso, obter uma reacção do Hospital dos Capuchos sobre este caso. 
 
Quem se pronunciou foi o Centro Hospitalar de Lisboa Central, que admitiu o erro e comprometeu-se a cobrir as despesas da família: "O Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE (CHLC) confirma que, na sequência de um lamentável lapso, a família de um doente foi erradamente informada do seu falecimento. O CHLC apresentou um pedido formal de desculpas à família que optou por não apresentar qualquer queixa. O Centro Hospitalar irá ressarcir os familiares em quaisquer despesas que tenham incorrido na sequência da informação erradamente prestada".
 
com CM e Pedro Galego
 

Deixe um comentário

Mais Populares