terça, 11 dezembro 2018
A Junta da Extremadura adjudicou o contrato para transporte aéreo a partir de Badajoz, à empresa aérea “Air Nostrum”, por um valor superior a 2 milhões e 100 mil euros. Com esta adjudicação, o presidente da Junta da Extremadura, Guillermo Fernández Vara, espera que os voos regulares possam regressar ao Aeroporto de Badajoz, no final de Janeiro ou início de Fevereiro.
 
Para além da inclusão de alguns voos durante o período de férias, a empresa efectuará seis voos semanais para Madrid e quatro para Barcelona.
 
Segundo Guillermo Fernández Vara, a recuperação do transporte aéreo a partir de Badajoz é “importante”, depois da situação “absolutamente caótica” vivida em Julho passado, quando “de repente a comunidade ficou sem transporte aéreo e sem transporte escolar, como consequência das decisões tomadas pelo executivo anterior, e devido a questões judiciais”.
 
Vara sublinhou ainda que com este contrato a região dá resposta a uma “importante exigência”, tando dos habitantes da Extremadura, mas também daqueles que planeavam visitar a região, salientando que foi resolvido, em apenas cinco meses, um “problema grave”.
 
Fernández Vara agradeceu ainda à empresa valenciana a “aposta na Extremadura”, reconhecendo que “não deve ter sido uma decisão muito fácil”, visto que foi a única empresa a apresentar uma proposta. Rematou dizendo que “se fosse um negócio de milhões, tinham-se apresentado uma quantidade de empresas”.
 
O contrato com a filial da companhia Iberia terá a validade de um ano, já que para 2017, a Junta da Extremadura espera que o Governo espanhol declare o transporte aéreo a partir de Badajoz, como um serviço de obrigação pública, o que permite que o mesmo seja financiado por Madrid de pela Junta da Extremadura.
O corpo de um homem, de 26 anos, dado como desaparecido há seis dias na Barragem do Alqueva, no concelho de Portel, foi ontem, dia 19 de Dezembro, encontrado a flutuar na albufeira, disse fonte da GNR - Guarda Nacional Republicana.
 
Segundo a fonte do Comando Territorial de Évora da GNR, o corpo foi encontrado cerca das 12.30 horas, a flutuar na zona da albufeira da barragem, onde tinha desaparecido no passado Domingo.
 
O corpo foi recolhido pelos Bombeiros Voluntários de Portel e pela GNR. Depois de identificado por um familiar, foi transportado para o Gabinete Médico-Legal e Forense do Alentejo Central, situado no Hospital Distrital de Évora.
 
O homem, de nacionalidade ucraniana, tinha desaparecido depois de ter caído à água quando estava à pesca num barco de borracha, acompanhado por um compatriota, que foi resgatado com vida.
 
O alerta para o desaparecimento do homem nas águas do Alqueva, junto ao Monte da Tapada, no concelho de Portel, foi dado às 15.50 horas de Domingo, tendo as buscas sido iniciadas de imediato.
 
Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, as operações de busca diárias mobilizaram operacionais e meios de várias corporações de bombeiros, da GNR, da Força Especial de Bombeiros e do Instituto Nacional de Emergência Médica.
 
c/ LUSA
A Câmara Municipal de Beja lançou uma campanha de promoção e dinamização do comércio local, que se prolonga até 6 de Janeiro, e à qual foi dado o nome de “Viva o Natal com alma”. Esta campanha abrange um conjunto de actividades de animação e de incentivo a que as compras de Natal sejam feitas no comércio tradicional de Beja.
 
Desde o início da campanha que a animação de rua tem sido uma constante nas principais artérias comerciais da cidade, com diversas iniciativas para atrair as pessoas ao centro histórico, durante esta época festiva.
 
São vários os ateliês, as actividades de animação de rua, as sessões de contos e música que, até 6 de Janeiro, vão dar um brilho especial aos passeios de compras de Natal.
 
Na noite da próxima sexta-feira, 18 de Dezembro, as lojas do centro histórico vão alargar o seu horário, para que se realize uma grande noite de compras, onde a animação de rua não vai faltar.
 
Neste Sábado, terá lugar, junto ao Largo do Museu Regional de Beja, o Mercado Livre, organizado pela Associação Arruaça e onde actuará o animado conjunto “Bolo Rei", pelas 11 horas, e mais tarde, pelas 15.30 horas.
 
Dança rítmica, yoga, ginástica infantil e um desfile de moda junto à meia laranja serão algumas das propostas para Sábado, nas Portas de Mértola.
 
Como já vem sendo habitual, realiza-se um sorteio de Natal que pretende promover as compras no comércio tradicional bejense. Todas as compras realizadas entre 1 de Dezembro de 2015 e 5 de Janeiro de 2016 permitem a participação neste sorteio. Até dia 6 de Janeiro, estará em funcionamento um espaço, no antigo Posto de Turismo de Beja, onde os interessados poderão trocar os recibos de compras efectuadas por cupões para o Sorteio de Natal.
 
No dia de Reis, 6 de Janeiro, pelas 11 horas, será divulgada a lista de premiados em www.cm-beja.pt.
Um homem de 75 anos morreu e uma mulher ficou gravemente ferida na sequência de um despiste de automóvel, ocorrido ontem, segunda-feira, dia 7 de Dezembro, no concelho de Ferreira do Alentejo, distrito de Beja.
 
Fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR) disse à LUSA que o despiste do veículo ligeiro de passageiros ocorreu cerca das 15.50 horas, na Estrada Nacional 121, perto da Aldeia de Ruins, entre Ferreira do Alentejo e Canhestros.
 
A mulher foi transportada para as urgências do Hospital de Beja e o corpo do homem foi encaminhado para o serviço de Medicina Legal da mesma unidade hospitalar. 
 
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja referiu que o óbito do homem foi declarado no local do acidente. 
 
As operações de socorro mobilizaram operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Beja, uma viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Castro Verde e a GNR.
 
c/ LUSA
 

É Natal em Borba

Escrito por sexta, 04 dezembro 2015 00:20

O Município de Borba vai assinalar a época natalícia com um conjunto de actividades que vão decorrer entre os dias 8 de Dezembro e 6 de Janeiro.

No Celeiro da Cultura estará patente ao público o Presépio Animado, da autoria da dupla José Grego e Rosa Aparício, composto por várias centenas de representações em movimento, com motivos alusivos ao Natal e às profissões tradicionais da região, entre muitas outras figuras. Este presépio poderá ser visitado todos os dias entre as 10 e as 12.30 horas e das 14.30 às 19 horas, com entrada gratuita, entre 08 de dezembro e 06 de janeiro.
 
Pelo centro histórico, o Presépio de Rua com imagens em tamanho real elaboradas pelo Município, contará com a tradicional recriação do presépio e o nascimento de Jesus, acompanhada por diversas imagens de profissões tradicionais no concelho e na região. Uma forma de recordar e preservar a memória de actividades que foram o ganha-pão de muitas famílias borbenses e que se têm vindo a perder. Um presépio para ver entre 08 de dezembro e 06 de janeiro, complementado com as iluminações que alegram o centro histórico e promovem o comércio tradicional.
 
Nos dias 11, 12 e 13 de Dezembro, o Pavilhão de Eventos recebe a actividade “É Natal em Borba”, com muita animação e alegria para os mais jovens. Entre as 10 e as 19 horas, haverá carrossel, insufláveis, rota do livro, carrinhos a pedal, pinturas faciais e modelagem de balões, ateliers e oficinas temáticas, cenários e madeiro de Natal, passeio dos gorros de Natal, feirinha de artesanato, espectáculos e muitas surpresas, com entrada gratuita.
 
c/ Município de Borba
A arte chocalheira do Alentejo já é Património Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente. O título foi atribuído há minutos pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura e foi aprovado em poucos minutos, sem qualquer objecção, tendo a candidatura alentejana sido considerada uma candidatura modelo.
 
Passavam 20 minutos das 14 horas de hoje, terça-feira, quando a decisão foi anunciada, pelo Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património, reunido em Windhoek, capital da Namíbia. A decisão foi recebida com enorme júbilo por parte da delegação portuguesa presente na sala da conferência, chefiada por António Ceia da Silva, presidente do Turismo do Alentejo, e integrada pela embaixadora de Portugal naquele país africano, Helena Paiva. Os chocalhos, que se ouviram na sala, criam "uma paisagem sonora característica".
 
A candidatura do fabrico de chocalhos foi liderada pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo (ERT), em parceria com a Câmara Municipal de Viana do Alentejo e a Junta de Freguesia de Alcáçovas.
 
Em Estremoz, ainda há quem se dedique a esta arte. Augusto Sim Sim, com o seu sobrinho Rui Sim Sim Gonçalves, ainda fabricam de forma artesanal os chocalhos.
 
Com o título atribuído hoje à Arte Chocalheira, o Alentejo conquista, pelo segundo ano consecutivo, mais um selo da UNESCO para a região, depois da atribuição, em Novembro de 2014, do estatuto de Património Imaterial da Humanidade ao Cante Alentejano.
 
O Alentejo tem já, também, dois títulos de Património Material da Humanidade atribuídos, em 1996, ao centro histórico de Évora, e em 2012, às fortificações de Elvas.
 
O fabrico de chocalhos é uma arte milenar que tem no território alentejano a maior expressão a nível nacional, onde abrange três municípios: Estremoz, Reguengos de Monsaraz e Viana do Alentejo, com destaque para a freguesia de Alcáçovas.
 
Segundo a comissão científica da candidatura a património da humanidade, coordenada por Paulo Lima, e que integra também o professor Jorge Branco, trata-se de uma arte iniciada há mais de dois mil anos no Alentejo, mas que está agora em risco de extinção.
 
c/ Público
Um despiste de um veículo da prova de todo o terreno “24 Horas de Fronteira”, causou hoje cinco feridos, dois deles em estado grave. O condutor participante terá perdido o controlo do seu automóvel atingindo cinco espectadores presentes na zona de uma ribeira.
 
Os dois feridos graves foram de imediato transportados pelos meios de socorro para o Hospital de Portalegre, tendo os outros três sinistrados sido assistidos no local. 
 
O acidente ocorreu durante a 18ª edição da prova 24 horas TT de Vila de Fronteira, na zona da Ribeira Grande. 
 
Entretanto, fonte da GNR disse à agência Lusa que a viatura que se despistou atropelou cerca de 10 espetadores e terá provocado cinco feridos, dois dos quais em estado grave.
 
No local estiveram dois helicópteros, um do INEM e outro da organização da prova.
 
Em actualização.
O Forte de Nossa Senhora da Graça, em Elvas, abre as suas portas ao público na próxima sexta-feira, a partir das 14 horas, após a inauguração das obras de requalificação deste monumento nacional.
 
O espaço, que é inaugurado na manhã desta sexta-feira, numa cerimónia que contará com a presença do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, vai funcionar de terça-feira a domingo, das 10 às 12 horas e das 14 às 17 horas, com entradas livres durante o mês de Dezembro. Às segundas-feiras, o monumento encontra-se encerrado.
 
Recorde-se que o Forte de Nossa Senhora da Graça foi alvo de uma exaustiva intervenção, que teve a duração de 11 meses, e que se traduziu na recuperação da casa do governador, o ponto mais alto do forte, das casas dos oficiais, e restantes elementos arquitectónicos, tendo sido ainda repostas todas as cores e materiais originais do Forte e recuperadas as estruturas, nomeadamente a cisterna, a prisão, as galerias de tiro e a capela, onde foram descobertos frescos do século XIX, também eles alvo de intervenção.
 
A obra foi possível no âmbito do protocolo de transferência de cerca de 30 prédios militares, localizados em Elvas, do Estado para o município, e assinado em 2014 entre a autarquia liderada por Nuno Mocinha e o Governo de Pedro Passos Coelho. O Forte da Graça, como é vulgarmente designado, é o edifício mais emblemático que integra esse protocolo.
 
A intervenção, orçada em cerca de 6,1 milhões de euros, vai ter ainda uma segunda fase, que será também alvo de candidatura a fundos comunitários, e que se traduz na adaptação do Forte de Nossa Senhora da Graça para actividades culturais.
 
c/ Câmara Municipal de Elvas
 

XXI Governo Constitucional tem sotaque alentejano

Escrito por quarta, 25 novembro 2015 00:56
E já são conhecidos os nomes que vão formar o XXI Governo Constitucional, que será liderado pelo socialista António Costa, ontem indigitado para o cargo pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. E há um alentejano no elenco.
 
Luís Capoulas Santos será Ministro da Agricultura.
Capoulas Santos nasceu em Montemor-o-Novo, em 1961. Licenciado em Sociologia pela Universidade de Évora, foi professor do ensino secundário e técnico superior do Ministério da Agricultura. Iniciou a sua carreira política em 1976, como vereador da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo. Foi deputado à Assembleia da República, entre 1991 e 1995 e entre 2002 e 2004, sempre eleito pelo Círculo Eleitoral de Évora. Foi Secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (1995/98) e posteriormente Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas (1998/2002) nos dois governos liderados por António Guterres. Foi deputado europeu, entre 2004 e 2014.
 
Ainda a registar a nomeação ministerial de dois “alentejanos de adopção”. 
Ana Paula Vitorino assumirá o cargo de Ministra do Mar. As ligações da governante à freguesia de Cano, pelo facto dos seus pais terem nascido na freguesia do concelho de Sousel, são há muito conhecidas. Ana Paula Vitorino chegou inclusive a ser candidata à Assembleia Municipal de Sousel, integrando as listas do PS, nas autárquicas de 2009. 
 
Pedro Marques será o Ministro do Planeamento e Infraestruturas, o novo nome da pasta das Obras Públicas. O ex-Secretário de Estado da Segurança Social nos dois governos de José Sócrates, entre 2005 e 2011, foi eleito pelo Círculo Eleitoral de Portalegre
 
XXI GOVERNO CONSTITUCIONAL 
Primeiro-Ministro - António Costa
Ministro das Finanças - Mário Centeno
Ministro-adjunto - Eduardo Cabrita
Ministro dos Negócios Estrangeiros - Augusto Santos Silva
Ministra da Justiça - Francisca Van Dunem
Ministra da Presidência e Modernização Administrativa - Maria Manuel Leitão Marques
Ministra da Administração Interna - Constança Urbano de Sousa
Ministro da Defesa - Azeredo Lopes
Ministro da Economia - Manuel Caldeira Cabral
Ministro da Trabalho, Solidariedade e Segurança Social - José António Vieira da Silva
Ministro da Saúde - Adalberto Campos Fernandes
Ministro da Ciência - Manuel Valsassina Heitor
Ministro da Agricultura - Capoulas Santos
Ministro do Planeamento e Infraestruturas - Pedro Marques
Ministro do Ambiente e Transportes - João Pedro Matos Fernandes
Ministra do Mar - Ana Paula Vitorino
Ministro da Educação - Tiago Brandão Rodrigues
Ministro da Cultura - João Soares
Secretária de Estado Adjunta do Primeiro-Ministro - Mariana Vieira da Silva
Secretário de Estado Assuntos Parlamentares - Pedro Nuno Santos
Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros - Miguel Prata Roque