sábado, 30 maio 2020
Durante os próximos quatro meses, desde o início de Junho até ao final de Setembro, o Município de Alandroal irá desenvolver quatro iniciativas de promoção da restauração e afins, do comércio local e dos produtos endógenos de natureza biológica do concelho, na perspectiva de contribuir para o relançamento da actividade económica local, ainda a sofrer os efeitos da pandemia mas a procurar caminhos de recuperação.
 
As iniciativas “Alandroal ConVida - Apoio à Restauração” e “Alandroal ConVida - Apoio ao Comércio Local” surgem na linha das propostas que o Município já vem desenvolvendo em ocasiões especiais e épocas festivas, como o Natal. Baseiam-se na entrega de cupões em função do consumo realizado nos estabelecimentos. Esses cupões dão direito à participação em sorteios mensais. Os prémios, que podem ser trocados por novo consumo nos locais aderentes, são de 500, 250 e 100 euros por mês, e por iniciativa, o que perfaz um total de prémios de quase sete mil euros.
 
A iniciativa “Alandroal do Campo para Casa” visa promover o consumo local, e estabelecer pontes entre os produtores locais de hortícolas biológicas, ervas aromáticas, mel e outros produtos endógenos e os consumidores, com a disponibilização de “cabazes” e outras propostas para entrega ao domicílio.
 
Por fim, dadas as recomendações e a necessidade de continuarmos a fazer uma parte da nossa vida em casa, ao contrário do que estávamos habituados, o Município pretende incentivar o consumo dos habituais petiscos de Verão em casa, com recolha nos locais aderentes, em sistema de “take-away”. Os caracóis, as caracoletas e os lagostins estarão por certo entre as ofertas da iniciativa "Alandroal Petisca em Casa", mas espera-se que a diversidade de propostas seja grande.
 
Embora os estabelecimentos e produtores aderentes estejam limitados ao concelho, os consumidores podem surgir de toda a região e país pelo que o Município fará uma forte aposta na divulgação das ofertas nos meios digitais ao seu dispor.
Modificado em sexta, 15 maio 2020 12:29
No passado dia 7 de Maio, o Camião da Esperança, a unidade móvel que está a percorrer o país para efectuar testes de despistagem à Covid-19, esteve em Viana do Alentejo, onde fez 71 testes em regime ambulatório.
 
Dos 71 testes realizados, 70 tiveram resultado negativo. O teste que deu positivo é referente a um utente residente em Évora. O assunto foi entregue às autoridades de saúde pública competentes e está a ser acompanhado devidamente.
 
A iniciativa Camião da Esperança pretende minimizar o impacto da pandemia no interior do país, aumentando o número de testes em zonas onde há menor mobilidade. Este projecto tem ainda como finalidade apoiar e providenciar tratamento, mantendo a continuidade de cuidados de saúde e de outros serviços essenciais.
 
O Camião da Esperança é uma iniciativa da TVI, da Rádio Comercial e da Galp, e a sua presença em Viana do Alentejo contou com o apoio do Município local. Os 71 testes foram efectuados a pessoas que apresentaram prescrição médica, emitida pelos Serviços de Saúde, e a profissionais mais expostos, como os Bombeiros ou elementos da Cruz Vermelha Portuguesa.
 
São ainda parceiros deste projecto a Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, a Globalsport, a Mundipharma, a KPMG, a Planetiers World Gathering e a Unilabs.
Modificado em sexta, 15 maio 2020 12:24
A Câmara Municipal de Castro Verde, consciente do importante papel desempenhado pelos Bombeiros Voluntários de Castro Verde, criou o Cartão Municipal do Bombeiro através do qual os elementos do corpo activo e quadro de comando dos Bombeiros podem ter acesso a um conjunto de direitos e regalias.
 
Isenção de 50% nos tarifários da água, saneamento e resíduos sólidos, apoio de 100 euros anuais, para descendentes directos dos bombeiros, para aquisição de material escolar até ao 12º ano de escolaridade ou até aos 18 anos, acesso gratuito às Piscinas Municipais, Cineteatro Municipal e outros equipamentos colectivos do Município, bem como aos programas “Actividade com vida”, “Agita a tua vida”, “Escola de Natação” e “Escola Municipal de Ténis” são algumas das regalias sociais do Cartão Municipal do Bombeiro.
 
O regulamento encontra-se agora em discussão pública, durante 30 dias úteis, e será depois submetido à aprovação da Câmara e da Assembleia Municipal.
 
Com a criação deste cartão, a Câmara Municipal de Castro Verde pretende reconhecer e valorizar o trabalho desenvolvido pelos homens e mulheres que, nos Bombeiros Voluntários, estão ao serviço da comunidade com extraordinária disponibilidade pública.
 
O Projecto de Regulamento encontra-se disponível aqui.
 
 
Modificado em quinta, 14 maio 2020 20:19
A Câmara Municipal de Elvas informou durante esta quinta-feira que “a empresa Manuel Mendão, Lda. pretende investir cerca de 4,5 milhões de euros no futuro Hotel Resort Urbano”.
 
Segundo a autarquia liderada por Nuno Mocinha, “o projecto de arquitectura, da autoria do arquitecto Luís Cachola, foi entregue na manhã desta quinta-feira, 14 de Maio, no Balcão Único da Câmara Municipal de Elvas”. O novo empreendimento hoteleiro contempla uma área com aproximadamente quatro mil metros quadrados, e terá dois pisos, 40 quartos duplos, seis suites, uma sala de eventos, um centro de bem-estar (SPA), bar, restaurante, piscinas interior e exterior e zonas verdes.
 
A edilidade elvense destaca neste investimento “o aspecto diferenciador deste novo hotel, que o pretende certificar como Hotel Carbono Zero, tendo como missão utilizar energia solar para aquecimento e soluções para reduzir consumos energéticos e de plástico”.
 
O futuro Hotel Resort Urbano, cujo arranque das obras está previsto para 2021, prevê criar mais de 30 postos de trabalho e localiza-se na Quinta do Morgadinho, em Elvas, junto à saída da cidade na direcção de Lisboa.
 
Modificado em sexta, 15 maio 2020 01:05
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta quinta-feira, mantém-se nos 238 o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus na região Alentejo.
 
O concelho de Moura, com 68 casos registados, o concelho de Évora, com 23 casos registados, o concelho de Santiago do Cacém, com 16 casos registados, o concelho de Serpa, com 14 casos registados, o concelho de Beja, com 13 casos (verificando-se assim menos um caso que os registados no boletim do dia anterior), o concelho de Grândola, com 10 casos registados, o concelho de Almodôvar, com nove casos registados, o concelho de Elvas, com oito casos registados, o concelho de Vendas Novas, igualmente com oito casos registados, o concelho de Odemira, com sete casos registados, o concelho de Reguengos de Monsaraz, também com sete casos, o concelho de Montemor-o-Novo, igualmente com sete casos confirmados, o concelho de Portel, com seis casos registados, o concelho de Portalegre, com cinco casos registados, o concelho de Alcácer do Sal, igualmente com cinco casos e o concelho de Cuba, com quatro casos confirmados são agora os 16 concelhos da região Alentejo que surgem no boletim epidemiológico da DGS, na área dedicada à caracterização demográfica dos casos confirmados, que agora é apresentado por ordem alfabética.
 
No boletim epidemiológico desta quinta-feira, destaque para a descida dos casos de pessoas infectadas com Covid-19 no concelho de Beja. Destaque ainda para o facto de nos restantes 15 concelhos da região Alentejo que surgem no boletim epidemiológico da DGS, na área dedicada à caracterização demográfica dos casos confirmados, não ter havido quaisquer alterações no que diz respeito ao número de pessoas infectadas com Covid-19, no boletim de hoje.
 
A DGS salienta que nesta página do relatório de situação, a "informação apresentada refere ao total de notificações clínicas no sistema SINAVE. Quando os casos confirmados são inferiores a três, por motivos de confidencialidade, os dados não são apresentados".
 
Esta informação reportada por concelho de ocorrência é relativa a 89% dos casos confirmados.
 
 
 
Modificado em quinta, 14 maio 2020 15:08
Sandro Bernardo, o progenitor da pequena Valentina, a menina de nove anos que foi assassinada em Atouguia da Baleia, no concelho de Peniche, poderá cumprir a medida de coação de prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Évora.
 
A informação está a ser avançada pela TVI24.
 
Tanto Sandro Bernardo, como a madrasta da criança, estiveram desde domingo nas celas da Polícia Judiciária (PJ) de Leiria.
 
Márcia Bernardo, de 38 anos, já foi colocada no estabelecimento prisional feminino de Tires, mas no caso do progenitor da menor, a situação está mais complicada devido ao facto de terem sido feitas várias ameaças ao principal suspeito do homicídio de Valentina, por parte de vários reclusos.
 
Na sequência desse risco, Sandro Bernardo, de 32 anos, será levado para uma prisão de alta segurança, pelo que deverá cumprir o período de prisão preventiva no estabelecimento prisional eborense ou nos calabouços da PJ, em Lisboa, onde está, por exemplo, o hacker Rui Pinto.
 
Inicialmente estava previsto que o progenitor da pequena Valentina fosse colocado a cumprir a medida de coação no Estabelecimento Prisional de Lisboa (EPL).
 
A decisão será conhecida nas próximas horas.
 
Sandro Bernardo está indiciado do crime de autoria de homicídio qualificado, de co-autoria de profanação de cadáver e ainda de violência doméstica sobre Valentina, que na altura da morte vivia com ele e com a madrasta. Já Márcia Bernardo está indiciada da autoria do crime de homicídio qualificado por omissão e dolo eventual, bem como da co-autoria de profanação de cadáver.
Modificado em quarta, 13 maio 2020 18:37
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta quarta-feira, mantém-se nos 238 o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus na região Alentejo.
 
O concelho de Moura, com 68 casos registados, o concelho de Évora, com 23 casos registados, o concelho de Santiago do Cacém, com 16 casos registados, o concelho de Serpa, com 14 casos registados (verificando-se assim menos um caso que os registados no boletim do dia anterior), o concelho de Beja, com 12 casos, o concelho de Grândola, com 10 casos registados, o concelho de Almodôvar, com nove casos registados, o concelho de Elvas, com oito casos registados, o concelho de Vendas Novas, igualmente com oito casos registados, o concelho de Odemira, com sete casos registados, o concelho de Reguengos de Monsaraz, também com sete casos, o concelho de Montemor-o-Novo, igualmente com sete casos confirmados, o concelho de Portel, com seis casos registados, o concelho de Portalegre, com cinco casos registados, o concelho de Alcácer do Sal, igualmente com cinco casos e o concelho de Cuba, com quatro casos confirmados são agora os 16 concelhos da região Alentejo que surgem no boletim epidemiológico da DGS, na área dedicada à caracterização demográfica dos casos confirmados, que agora é apresentado por ordem alfabética.
 
No boletim epidemiológico desta quarta-feira, destaque para a descida dos casos de pessoas infectadas com Covid-19 no concelho de Serpa. Destaque ainda para o facto de nos restantes 15 concelhos da região Alentejo que surgem no boletim epidemiológico da DGS, na área dedicada à caracterização demográfica dos casos confirmados, não ter havido quaisquer alterações no que diz respeito ao número de pessoas infectadas com Covid-19, no boletim de hoje.
 
A DGS salienta que nesta página do relatório de situação, a "informação apresentada refere ao total de notificações clínicas no sistema SINAVE. Quando os casos confirmados são inferiores a três, por motivos de confidencialidade, os dados não são apresentados".
 
Esta informação reportada por concelho de ocorrência é relativa a 84% dos casos confirmados.
 
 
Modificado em quarta, 13 maio 2020 17:07
Os números são da Administração Regional de Saúde do Alentejo e foram avançados pelo Correio da Manhã, logo ao início desta quarta-feira: 156 infectados pelo novo coronavírus no Alentejo já tiveram alta, sendo por isso considerados como recuperados.
 
No que diz respeito aos internamentos, quatro pessoas estarão a recuperar nos hospitais da região, sendo que apenas uma estará em Unidade de Cuidados Intensivos.
 
Em todo o Alentejo, está registado um caso mortal, ocorrido no Hospital de Beja: um idoso, com outras complicações de saúde, acabou por não resistir à Covid-19.
 
Moura é o concelho alentejano com mais casos registados (68), seguido de Évora (23), Santiago do Cacém (16), Serpa (15), Beja (12) e Grândola (10). Os restantes concelhos da região não chegam à dezena de casos.
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta terça-feira, subiu para os 238 o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus na região Alentejo.
 
O concelho de Moura, com 68 casos registados (confirmam-se assim mais 11 casos que os verificados no boletim anterior), o concelho de Évora, com 23 casos registados, o concelho de Santiago do Cacém, com 16 casos registados (confirma-se assim mais um caso que os verificados no boletim anterior), o concelho de Serpa, com 15 casos registados, o concelho de Beja, com 12 casos, o concelho de Grândola, com 10 casos registados, o concelho de Almodôvar, com nove casos registados, o concelho de Elvas, com oito casos registados, o concelho de Vendas Novas, igualmente com oito casos registados, o concelho de Odemira, com sete casos registados, o concelho de Reguengos de Monsaraz, também com sete casos, o concelho de Montemor-o-Novo, igualmente com sete casos confirmados, o concelho de Portel, com seis casos registados, o concelho de Portalegre, com cinco casos registados, o concelho de Alcácer do Sal, igualmente com cinco casos e o concelho de Cuba, com quatro casos confirmados são agora os 16 concelhos da região Alentejo que surgem no boletim epidemiológico da DGS, na área dedicada à caracterização demográfica dos casos confirmados, que agora é apresentado por ordem alfabética.
 
No boletim epidemiológico desta terça-feira, destaque para as subidas dos casos de pessoas infectadas com Covid-19 nos concelhos de Moura e de Santiago do Cacém. Destaque ainda para o facto de nos restantes 14 concelhos da região Alentejo que surgem no boletim epidemiológico da DGS, na área dedicada à caracterização demográfica dos casos confirmados, não ter havido quaisquer alterações no que diz respeito ao número de pessoas infectadas com Covid-19, no boletim de hoje.
 
A DGS salienta que nesta página do relatório de situação, a "informação apresentada refere ao total de notificações clínicas no sistema SINAVE. Quando os casos confirmados são inferiores a três, por motivos de confidencialidade, os dados não são apresentados".
 
Esta informação reportada por concelho de ocorrência é relativa a 84% dos casos confirmados.
 
 
Modificado em terça, 12 maio 2020 15:54