segunda, 24 fevereiro 2020
Quatro feridos, três graves e um ligeiro, é o resultado de uma colisão entre um veículo ligeiro de passageiros e um ligeiro de mercadorias, ocorrida na manhã deste domingo, dia 23 de Fevereiro, na Estrada Nacional 18 (EN18), na localidade de São Vicente do Pigeiro, entre São Manços e Évora.
 
Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, o alerta para este acidente foi dado às 06:59 horas.
 
O Correio da Manhã adianta que os feridos graves são duas mulheres, um com 54 anos e outra com 47 anos, e um jovem de 23 anos. O ferido ligeiro é um homem de 60 anos.
 
Os feridos foram assistidos no local e posteriormente transportados para o Hospital do Espírito Santo de Évora.
 
Depois de ter estado cortada ao trânsito cerca de duas horas e meia, a Estrada Nacional 18, que liga Évora ao Itinerário Principal 2 (IP2), foi reaberta pelas 9:40 horas.
 
Foram mobilizados para o local do sinistro, elementos dos Bombeiros Voluntários de Évora, da Guarda Nacional Republicana (GNR), e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), num total de 21 operacionais, auxiliados por 11 veículos.
Modificado em domingo, 23 fevereiro 2020 18:41
Através da Secção de Informações e Investigação Criminal, a Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve no dia de ontem, 19 de Fevereiro, em Lisboa e Évora, quatro mulheres e três homens, com idades compreendidas entre os 26 e 63 anos, suspeitos da prática de 197 crimes de roubo e furto qualificado.
 
Através de um comunicado enviado às redacções, a GNR informa que “as detenções aconteceram na sequência da investigação de vários ilícitos criminais que ocorreram em 13 distritos do território nacional, nomeadamente Aveiro, Braga, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu. Os suspeitos, estão indiciados em 197 crimes, designadamente, 63 por roubo, 102 por furto qualificado, 23 por furto simples e nove por violência após subtração, em que as vítimas eram predominantemente pessoas idosas, em situação vulnerável, encontrando-se habitualmente sozinhas nas suas habitações”.
 
Ainda segundo a força de segurança, “foram cumpridos 12 mandados de busca domiciliária e no âmbito do presente inquérito já tinham sido, anteriormente, detidas 14 pessoas, das quais dez encontram-se em prisão preventiva e três com apresentações no posto policial da área de residência”.
 
Os detidos serão presentes no Tribunal de Sintra, no dia de hoje, 20 de Fevereiro, quinta-feira, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das eventuais medidas de coação.
 
A operação contou com o reforço da Direcção de Investigação Criminal da GNR, dos Comandos Territoriais da GNR de Lisboa, Setúbal, Santarém e Évora, bem como da Polícia de Segurança Pública (PSP) nas áreas de responsabilidade onde decorreram as diligências (Lisboa e Évora).
Modificado em quinta, 20 fevereiro 2020 03:09
A edição de 2019 do Artes à Rua está entre os finalistas dos Iberian Festival Awards, com duas nomeações, nas categorias de Best Medium-Sized Festival (melhor festival de média dimensão) e Best Cultural Programme (melhor programa cultural). A gala de atribuição dos prémios realiza-se a 14 de Março, em Lisboa, no Grande Auditório da FIL - Feira Internacional de Lisboa.
 
O "Artes à Rua" é um festival de arte pública que decorre em Évora, no Verão, que acolhe inúmeras manifestações artísticas em espaço público e com acesso gratuito, e que é promovido pela Câmara Municipal de Évora, em parceria com outras entidades. Em 2019, decorreu entre 13 de Julho e 5 de Setembro, transformando a cidade num grande palco ao ar livre, por onde passaram mais de 150 espectáculos e perto de 1000 participantes, entre 300 artistas e técnicos, oriundos de mais de 20 países. O número de espectadores ultrapassou os 50 mil.
 
Em 2020, o Artes à Rua realiza-se de 24 de Julho a 3 de Setembro, focando-se, mais uma vez, na candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027.
 
Promovidos pela Aporfest, os Iberian Festival Awards estão inseridos no Talkfest - International Music Festivals Forum e, este ano, também na BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa. Em competição estão 24 categorias e 1 excellence award, com a atribuição de prémios nacionais e ibéricos em cada uma delas, com a votação, entretanto, já encerrada, a caber ao público e a representantes da indústria musical portuguesa e espanhola.
Modificado em quinta, 13 fevereiro 2020 12:19
Duas vítimas mortais e quatro feridos, dois deles em estado grave, é o resultado da colisão entre dois veículos ligeiros, ocorrida ao final da manhã desta quarta-feira, dia 12 de Fevereiro, num cruzamento do Itinerário Principal 2 (IP2) com a Estrada Nacional 2 (EN2) e a Estrada Nacional 123 (EN123), perto da localidade de Castro Verde, no distrito de Beja.
 
Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, o alerta para este acidente foi dado pelas 12:56 horas.
 
Entre os feridos encontram-se um jovem de 17 anos.
 
Para prestar auxílio às vítimas, foram mobilizados para o local do acidente, 33 operacionais, entre elementos dos Bombeiros Voluntários de Castro Verde, Ourique e Aljustrel, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), e da Guarda Nacional Republicana (GNR), auxiliados por 15 veículos, entre as quais a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Beja e a viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Castro Verde. O helicóptero do INEM de Évora também foi mobilizado para o local.
Modificado em quarta, 12 fevereiro 2020 16:05
No âmbito da convenção da Rede Solidária de Cantinas Sociais, foram assinadas, na passada segunda-feira, dia 10 de Fevereiro, no Centro Distrital de Segurança Social de Évora, 17 adendas aos protocolos de colaboração que o Centro mantinha com igual número de Instituições Particulares de Solidariedade Social.
 
Esta medida, que representa um envelope financeiro de mais de 387 mil euros, vai permitir a renovação dos acordos, até final de 2020, com as instituições que desenvolvem esta importante resposta social.
 
A delegação de Estremoz da Cruz Vermelha Portuguesa foi uma das instituições com quem foi assinada esta adenda. As outras instituições abrangidas por esta assinatura são a ADEREM - Associação de Desenvolvimento de Mourão, a UNITATE - Associação de Desenvolvimento da Economia Social, de Vila Viçosa, a ADA, a Cáritas Diocesana, a Casa do Povo de Vendas Novas, o Lar Cantinho Amigo, de Santiago Maior, e as Santas Casas da Misericórdia de Arraiolos, Reguengos de Monsaraz, Mora, Borba, Montemor-o-Novo, e Vila Viçosa.
 
Durante esta cerimónia, as entidades coordenadoras e mediadoras dos quatro territórios onde decorrem operações do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas, foram contempladas com a entrega de 16 tablets, tendo em vista garantirem maior eficácia e celeridade no controle do procedimento de distribuição alimentar de renovação.
Modificado em quarta, 12 fevereiro 2020 12:34
No ano de 2020, o Dia do Motociclista vai ser assinalado a 3 de Maio, em Portalegre.
 
Organizado pela Federação de Motociclismo de Portugal, em conjunto com o Grupo Motard Novo Milénio, a organização prevê atrair à capital de distrito do Alto Alentejo mais de 10 mil motociclistas.
 
O evento tem o apoio da autarquia alentejana, que pretende com ele “colocar o concelho no mapa dos eventos de referência a nível nacional e ibérico, através de um conjunto de actividades passíveis de dar a conhecer as potencialidades do território a públicos diferenciados”. “O Dia do Motociclista adequa-se a estas expectativas, não só pela dimensão estratégica, mas também pelas dinâmicas que gera na economia local”, pode ler-se numa nota da autarquia liderada por Adelaide Teixeira.
 
A primeira celebração do Dia do Motociclista ocorreu em 1997, no Mosteiro dos Jerónimos, “tendo nascido da necessidade de criar um dia de reflexão e interiorização, para prestar homenagem, recordar os companheiros desaparecidos e evocar o espírito do motociclista”.
Modificado em sexta, 07 fevereiro 2020 10:19
Organizado pela Science Retreats, realiza-se entre os dias 10 e 14 de Fevereiro, em Évora, na Casa Morgado Esporão - Residência das Artes, Ciências e Humanidades, um workshop sobre as alterações climáticas, destinado a um grupo de 14  jornalistas de Portugal e da Noruega.
 
Segundo foi adiantado pela organização, “ao longo de cinco dias, serão abordados temas como o conhecimento acerca das alterações climáticas, as suas causas, aspectos e a sua aplicação na prática jornalística”.
 
Pedro Matos Soares, da Universidade de Lisboa, Emanuel Gonçalves, da Fundação Blue Ocean, Patrícia Fortes e João Pedro Gouveia, ambos da Universidade Nova de Lisboa, Pedro Fernandes, da Universidade de Trás os Montes, e Eduardo Santos, da Agência Portuguesa do Ambiente, são alguns dos nomes que fazem parte dos convidados que irão dirigir as diferentes palestras.
 
No conjunto de jornalistas participantes, encontram-se representados vários destacados órgãos de comunicação social a nível nacional, de que são exemplo Expresso, TSF, TVI, Renascença, Lusa, AFP e Público. Vindos da Noruega marcarão presença Dagens Næringsliv, EnerWE, Norwegian Broadcasting Corporation, Sunnmørsposten e VG.
 
Ricardo Garcia, jornalista com mais de 30 anos de experiência em Portugal, Brasil e Reino Unido, e Miguel Bastos Araújo, cientista ambiental premiado, com vasto trabalho de investigação sobre questões como a biodiversidade e mudanças climáticas são coorganizadores deste evento.
Modificado em sexta, 07 fevereiro 2020 02:48
Ao final da tarde da passada quinta-feira, dia 6 de Fevereiro, a Polícia de Segurança Pública (PSP) de Elvas deteve uma mulher, de 29 anos, por resistência e coacção a agente da autoridade.
 
A detenção foi efectuada quando o agente, que se encontrava em serviço de remunerado num dos estabelecimentos comerciais da cidade raiana, foi perturbado, de forma agressiva, na sua acção, tendo sido obrigado a proceder à detenção da cidadã por resistência e coacção.
 
A força de segurança não revelou onde decorreu este episódio.
 
A detida será presente nesta sexta-feira a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Elvas.
Modificado em sexta, 07 fevereiro 2020 02:01
Faleceu a meio da manhã da passada terça-feira, dia 4 de Fevereiro, em Alter do Chão, no lar onde estava a residir, Francisco da Silva Barbudo, o famoso “Ti Chico Endireita” ou “Cascavelhana”.
 
Nascido em Cabeço de Vide, a 13 de Outubro do já longínquo ano de 1922, o “Endireita” de Alter encontrava-se doente há algum tempo, tendo estado recentemente internado no Hospital Dr. José Maria Grande, em Portalegre.
 
Parte assim aos 97 anos uma pessoa com o sentido do tacto muito apurado, que no campo, e enquanto ajudante de pastor, começou a “endireitar” ossos aos borregos. O dom natural e o treino – chegou a confessar “desmanchar” ossos nos borregos para os voltar a colocar no lugar – fizeram com que começasse a resolver os problemas às pessoas de Alter do Chão, especialmente depois da senhora Gertrudes do "Tio-Tio", proprietária de uma taberna e antiga "endireita" de Alter ter deixado de poder trabalhar.
 
Francisco Silva atendeu durante muitos anos na sua casa da Avenida da Alcárcova, e depois na Horta do Estoril, também na Avenida da Alcárcova, onde passou a valer às muitas pessoas que se deslocavam de todo o Portugal e até da vizinha Espanha que, por motivos de problemas musculares ou ósseos, o procuravam para alívio das dores. Ultimamente o seu "consultório" era na sua casa nova, na Azinhaga das Feiticeiras, junto à antiga fábrica de moagem.
 
Conhecido sempre como sendo uma pessoa muito honesta, quando via que havia fracturas ou alguma situação mais complexa que não conseguia resolver, dizia logo que "isso é com os doutores" e encaminhava as pessoas para os consultórios médicos ou para os hospitais.
 
Não levava dinheiro pela “consulta” mas também não gostava de receber uma quantia qualquer, e tinha a particularidade de não aceitar qualquer valor que quisesse ser dado por bombeiros ou guardas. 
 
Homem simples e bom, amigo do seu amigo, tinha muita pena de não saber assinar o nome, apesar de ainda ter começado a aprender.
 
O funeral do "Ti Chico Endireita" realizou-se na tarde desta quarta-feira, em Alter do Chão.
 
c/ Jornal Alto Alentejo
Modificado em quarta, 05 fevereiro 2020 17:40