sexta, 03 abril 2020
Através de comunicado enviado às redacções, na tarde desta quinta-feira, dia 02 de Abril, o Ministério da Administração Interna (MAI) informou que, até às 18 horas de hoje, foram detidas 96 pessoas por violarem o confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência, decretadas pelo Estado de Emergência.
 
As detenções ocorreram no cumprimento das determinações do decreto que regulamenta o Estado de Emergência, em vigor desde as 00 horas do dia 22 de Março, e foram efectuadas pela Guarda Nacional Republicana (GNR) e pela Polícia de Segurança Pública (PSP), que têm vindo a desenvolver uma intensa actividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população.
 
Durante o mesmo período de tempo, foram encerrados 1701 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.
 
Nas últimas 24 horas, foram encerrados 68 estabelecimentos e detidas seis pessoas. 
 
Na mesma nota, o MAI recorda que é imperativo que todos cumpram as medidas do Estado de Emergência para, dessa forma, contribuírem para conter o contágio da Covid-19.
Modificado em quinta, 02 abril 2020 19:22
Com efeitos imediatos, o accionamento do Plano Distrital de Emergência do distrito de Portalegre foi autorizado no dia de hoje, 2 de Abril, quinta-feira, pela Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar.
 
Esta decisão surge na sequência do pedido elaborado pela Comissão Distrital de Protecção Civil de Portalegre, reunida no dia de ontem, 1 de Abril, e onde foi decidido por unanimidade solicitar ao Ministro da Administração Interna, a activação do Plano Distrital de Emergência, que formaliza assim todas as decisões e medidas já tomadas pelas entidades que integram a comissão distrital.
 
O Município de Portalegre informa que “apesar desta autorização ter sido concedida hoje, todas as medidas contempladas já estavam implementadas no terreno, numa atitude coordenada de pró-actividade que pretendeu reforçar a prevenção e a protecção de todos os que trabalham e residem no distrito de Portalegre”.
 
Esta decisão já tinha sido ponderada anteriormente, no quadro da prevenção da pandemia da Covid-19, tendo sido protelada por não existirem ainda casos de infecção em, pelo menos, três concelhos do distrito.
Modificado em quinta, 02 abril 2020 19:36
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta quinta-feira, há 59 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus na região Alentejo. Registam-se assim mais cinco casos do que na passada quarta-feira.
 
O concelho de Évora, com 15 casos registados, o concelho de Santiago do Cacém, com seis casos registados, o concelho de Reguengos de Monsaraz, com cinco casos, o concelho de Sines, com quatro casos registados, o concelho de Grândola, com três casos registados, e o concelho de Serpa, igualmente com três casos registados são os seis concelhos da região Alentejo que surgem no boletim epidemiológico da DGS, na área dedicada à caracterização demográfica dos casos confirmados.
 
A DGS salienta que nesta página do relatório de situação, a "informação apresentada refere ao total de notificações clínicas no sistema SINAVE. Quando os casos confirmados são inferiores a três, por motivos de confidencialidade, os dados não são apresentados".
 
Esta informação reportada por concelho de ocorrência é relativa a 79% dos casos confirmados.
 
 
 
 

 

 

Modificado em quinta, 02 abril 2020 19:35
Através de uma publicação na sua página oficial na rede social Facebook, a Câmara Municipal de Fronteira deu a conhecer que estão canceladas “todas as actividades” relacionadas com as comemorações dos 636 anos da Batalha de Atoleiros.
 
A autarquia liderada pelo social-democrata Rogério Silva salienta que “este não é o momento de celebrar ou comemorar o que quer que seja! Este não é ainda o momento de nos voltarmos a juntar! Este é o momento de salvar e proteger vidas humanas! É nisso que estamos focados, e nada nos retirará desse caminho!
 
Na publicação efectuada na rede social, Rogério Silva acrescenta que “se nos dissessem, há um par de meses atrás, que hoje estaríamos a anunciar a não realização desta cerimónia, que tanto nos diz, bem como a suspensão generalizada de actividades e eventos, ficaríamos incrédulos! Mas não há qualquer hipótese viável de a mesma ocorrer em moldes que não ponham em causa o dever de recolhimento domiciliário e a imposição de isolamento social”.
 
As celebrações da passagem dos 636 anos sobre a Batalha dos Atoleiros, seriam presididas pela Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa
Modificado em quinta, 02 abril 2020 19:32
A Associação Regionalista Casa do Alentejo, fundada em 10 de Junho de 1923 (completa em 2020, 97 anos de vida), ostentando o lema ”Uma Região, Um Povo, Uma Cultura”, informou que devido às dificuldades económicas e de tesouraria que já está a atravessar, na sequência de toda a crise que a pandemia da Covid-19 está a criar em Portugal, vai aderir ao Lay Off.
 
A direcção da instituição, que é considerada por muitos como a grande embaixada do Alentejo na capital, afirmou que “no presente, o impacto do Covid-19 veio ensombrar o brilhante caminho duma colectividade que possui historicamente pergaminhos reconhecidos”, salientando que “o impacto negativo registou-se na área da restauração, que constitui o suporte financeiro fundamental de todas as actividades, com quebras de receitas em finais de Fevereiro e inícios de Março”.
 
A direcção deu a conhecer que “decidiu aderir ao Lay Off simplificado desde 19 de Março de 2020, para garantir os postos de trabalho e alguma folga financeira para o período que se estima em cerca de três meses”.
 
Os responsáveis pela Casa do Alentejo garantem que “a colectividade conseguirá reerguer-se e irá continuar a afirmar e a ostentar a cultura e a identidade alentejana”.
Modificado em quarta, 01 abril 2020 17:13
A Câmara Municipal de Aljustrel está a levar a efeito um concurso de fotografia online, intitulado #DaMinhaCasa, pensado e concebido para esta fase em que decorre o Estado de Emergência.
 
Este concurso vem substituir a já tradicional Maratona Fotográfica, que, devido à pandemia provocada pelo Covid-19, não vai poder realizar-se nas datas previstas. O concurso #DaMinhaCasa conta com o patrocínio da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Aljustrel e Almodôvar.
 
A ideia é que todos possam participar sem ter de sair de casa, enviando fotografias sobre o conceito de liberdade num momento em que se apela e se impõe, sempre que possível, como medida de prevenção, o confinamento. As inscrições para este concurso de fotografia podem ser feitas entre os dias 3 e 17 de Abril, e o regulamento determina que só possam ser aceites imagens obtidas no interior ou a partir do interior das habitações.
 
A participação está aberta a todos os cidadãos, mediante o preenchimento do respectivo formulário de inscrição. A inscrição neste concurso é gratuita, sob a condição de as fotografias a concurso não terem sido publicadas anteriormente. Após a inscrição, cada participante só pode apresentar uma fotografia, que deverá ser enviada através da plataforma Wetransfer, até ao dia 17 de Abril, e em formato JPG, para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., com a informação do nome do autor, título (uma linha) e uma breve descrição (máximo de três linhas).
 
O júri #DaMinhaCasa será composto por um representante da Câmara Municipal de Aljustrel e por quatro fotógrafos profissionais. Será avaliada a qualidade, originalidade e a criatividade da fotografia apresentada. O vencedor receberá como prémio a abertura de uma conta bancária, no valor de 250 euros, na Caixa de Crédito e Agrícola Mútuo de Aljustrel e Almodôvar.
 
O vencedor deste concurso será anunciado no dia 24 de Abril e todas as fotografias enviadas serão publicadas nesse mesmo dia, no Facebook da Câmara Municipal de Aljustrel.
 
Todos aqueles que quiserem saber mais informações ou preencherem o formulário de inscrição devem aceder ao link https://forms.gle/tsyhZLqZLeeG34BH8
Modificado em quarta, 01 abril 2020 19:55
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta quarta-feira, há 54 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus na região Alentejo. Registam-se assim mais quatro casos do que na passada terça-feira.
 
O concelho de Évora, com 15 casos registados, o concelho de Santiago do Cacém, com seis casos registados, o concelho de Reguengos de Monsaraz, com cinco casos, o concelho de Sines, com três casos registados, e o concelho de Grândola, igualmente com três casos registados, são os cinco concelhos da região Alentejo que surgem no boletim epidemiológico da DGS, na área dedicada à caracterização demográfica dos casos confirmados.
 
Não tendo havido qualquer alteração no número de doentes recuperados do Covid-19 em Portugal, apenas se pode compreender que a variação do número de casos infectados nos concelhos de Grândola, Sines e Évora se deva a um erro da DGS. Por exemplo, o concelho de Évora, no relatório de segunda-feira da DGS, registava 21 casos infectados, enquanto que o concelho de Grândola, no mesmo relatório, apresentava seis pessoas infectadas com Covid-19.
 
A DGS salienta que nesta página do relatório de situação, a "informação apresentada refere ao total de notificações clínicas no sistema SINAVE. Quando os casos confirmados são inferiores a três, por motivos de confidencialidade, os dados não são apresentados".
 
Esta informação reportada por concelho de ocorrência é relativa a 79% dos casos confirmados.
 
 
 
 

 

 

Modificado em quarta, 01 abril 2020 13:08
Na sequência de uma colisão entre um veículo ligeiro de passageiros e um veículo ligeiro de mercadorias, ocorrida na manhã desta quarta-feira, dia 1 de Abril, no Itinerário Principal 2 (IP2), entre Alagoa e Alpalhão, uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas, uma das quais em estado grave.
 
De acordo com o Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Portalegre o alerta para o acidente, que ocorreu ao quilómetro 156 do IP2, junto à antiga passagem de nível de Alpalhão, foi recebido às 07:48 horas.
 
Segundo ainda informação adiantada pelo CDOS ao Ardina do Alentejo, a vítima mortal é um homem de 32 anos de idade. Em relação aos feridos, a situação que inspira mais cuidados é a de uma mulher, de 21 anos. Quatro homens, com idades compreendidas entre os 20 e 40 anos, sofreram ferimentos ligeiros.
 
As vítimas foram todas transportadas pelos Bombeiros para o Hospital Distrital Dr. José Maria Grande, em Portalegre
 
Este aparatoso acidente obrigou ao corte do IP2, em ambos os sentidos, durante cerca de duas horas.
 
As operações de socorro envolveram 34 operacionais, entre elementos dos Bombeiros Voluntários de Portalegre, de Castelo de Vide e de Nisa, para além de militares do Destacamento de Trânsito da Guarda Nacional Republicana (GNR) e do Destacamento Territorial, auxiliados por 13 veículos, e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Portalegre, tendo sido também accionado um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), que aterrou no local, mas não efectuou o transporte de qualquer sinistrado.
 
Fotos: Jornal Alto Alentejo - Manuel Isaac Correia
Modificado em quarta, 01 abril 2020 12:27
Duas funcionárias do lar do Centro Social e Paroquial do Sagrado Coração de Jesus do Campinho, em Campinho, freguesia do concelho de Reguengos de Monsaraz, já fizeram os testes de despistagem para o novo coronavírus, e os mesmos deram positivo para Covid-19.
 
Ambas as funcionárias fizeram os testes na manhã de sábado, tendo uma recebido o resultado do teste na noite de domingo, e outra na segunda-feira de manhã.
 
Segundo avança a CM TV, o Presidente da Direcção do Lar, Padre Manuel José Marques, bem como as restantes 15 funcionárias do lar, também já fizeram os testes de despistagem para o novo coronavírus, estando neste momento a aguardarem os resultados dos referidos testes.
 
Os idosos que usufruem das respostas sociais do respectivo lar ainda não foram testados.
 
O plano de contingência do lar do Centro Social e Paroquial do Sagrado Coração de Jesus do Campinho já foi colocado em prática.
 
Este Centro Social e Paroquial dispõe de três valências, nomeadamente Centro de Dia, Serviço de Apoio Domiciliário e Estrutura Residencial para Idosos, e serve 39 utentes.
 
As duas funcionárias estão em casa, em isolamento profilático, cumprindo o período de quarentena.
 
Em declarações à TVI, o presidente da instituição realçou que "é urgente" a realização dos testes aos utentes para "deixar as pessoas descansadas" e para que sejam "tomadas as medidas necessárias".
 
O Padre Manuel José Marques sublinhou que “o que está previsto é que todos os idosos façam o teste e, depois, de acordo com o resultado, tomaremos as medidas necessárias para isolar os que eventualmente estejam também infectados com a Covid-19".
 
O Arcebispo de Évora, D. Francisco José Senra Coelho, através da página oficial da Arquidiocese de Évora na rede social Facebook, publicou uma mensagem dirigida à Paróquia do Sagrado Coração de Jesus do Campinho, onde expressa “a amizade em oração” a esta instituição e a toda a comunidade.
Modificado em terça, 31 março 2020 16:42