quarta, 28 outubro 2020
sexta, 10 abril 2020 19:15

Covid-19: 74 detidos por crime de desobediência durante segundo período do Estado de Emergência

Escrito por
Recorde-se que o Estado de Emergência foi prolongado até ao dia 17 de Abril e está em vigor desde as 00 horas da passada sexta-feira Recorde-se que o Estado de Emergência foi prolongado até ao dia 17 de Abril e está em vigor desde as 00 horas da passada sexta-feira DR
Em comunicado, o Ministério da Administração Interna (MAI) anunciou que, até às 17 horas do dia de hoje, sexta-feira, 10 de Abril, foram detidas pela Guarda Nacional Republicana (GNR) e pela Polícia de Segurança Pública (PSP), 74 pessoas pelo crime de desobediência ao Estado de Emergência imposto devido à pandemia da Covid-19.
 
Devido ao incumprimento das normas estabelecidas, foram ainda encerrados 248 estabelecimentos comerciais.
 
O MAI especifica que dos 74 detidos, 21 foram por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 32 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, nove por desobediência ao encerramento de estabelecimentos, um por resistência e 11 por violação da cerca sanitária de Ovar.
 
Nas últimas 24 horas, foram detidas sete pessoas e encerrados 25 estabelecimentos comerciais.
 
Recorde-se que o Estado de Emergência foi prolongado até ao dia 17 de Abril e está em vigor desde as 00 horas da passada sexta-feira.
 
Estes números juntam-se aos verificados no primeiro período de Estado de Emergência, que vigorou entre os dias 22 de Março e 2 de Abril, onde se registaram 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais.
 
No âmbito do estado de emergência, a GNR e a PSP têm vindo “a desenvolver uma intensa actividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população”.
 
No comunicado, o MAI apela ao “cumprimento rigoroso” das medidas impostas pelo Estado de Emergência para contenção da Covid-19.
Modificado em sexta, 10 abril 2020 23:52

Deixe um comentário