segunda, 06 julho 2020
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico deste domingo, há 43897 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 328 casos do que os registados no passado sábado. Há agora 1167 pessoas que aguardam resultado laboratorial (mais 64 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 29017 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 245 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 504 pessoas internadas em unidades de saúde (mais 15 pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 73 internados em unidades de cuidados intensivos (exactamente o mesmo número de pessoas internadas que no dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 390400 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 345336.
 
Neste momento há 31457 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1614 mortes. Nas últimas 24 horas morreram nove pessoas, mortes essas que se registaram seis na região de Lisboa e Vale do Tejo e três na região Alentejo. 
 
A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais casos em Portugal, registando 20527 casos, mais 254 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região Norte com 17748 casos confirmados até ao momento, mais 25 que os verificados no passado sábado. A região Centro regista 4189 casos, mais 32 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 662 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais nove casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores vê manter nos 151 o número de casos confirmados de infecção na região, enquanto que a Região Autónoma da Madeira vê subir para os 93 o número de casos de infectados na região, mais um caso que os registados no dia anterior. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 527, registando-se assim mais sete casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (37%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (10%).
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 527.241 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 11.145.640 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 5.727.400 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em domingo, 05 julho 2020 16:03
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta quarta-feira, há 42454 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 313 casos do que os registados na passada terçaa-feira. Há agora 1450 pessoas que aguardam resultado laboratorial (menos quatro cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 27798 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 293 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 503 pessoas internadas em unidades de saúde (mais 12 pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 79 internados em unidades de cuidados intensivos (estão assim mais seis pessoas internadas que no dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 382818 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 338914.
 
Neste momento há 31389 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1579 mortes. Nas últimas 24 horas morreram três pessoas, mortes essas que se registaram uma na região Norte e duas na região de Lisboa e Vale do Tejo. 
 
A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais casos em Portugal, registando 19383 casos, mais 218 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região Norte com 17585 casos confirmados até ao momento, mais 64 que os verificados na passada terça-feira. A região Centro regista 4121 casos, mais 11 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 632 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais 14 casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores vê manter nos 150 o número de casos confirmados de infecção na região. A Região Autónoma da Madeira regista uma descida no número de casos de infectados na região, estando agora registados 92 casos. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 491, registando-se assim mais sete casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (37%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (10%).  
 
  
Se considerarmos as faixas etárias, há 1243 casos até aos nove anos de idade, 1740 casos entre os 10 e 19 anos, 6215 casos entre os 20 e os 29 anos, 6789 casos entre os 30 e 39 anos, 7052 casos entre os 40 e os 49 anos, 6654 casos entre os 50 e os 59 anos, 4374 casos entre os 60 e os 69 anos, 3053 casos entre os 70 e os 79 anos e 5300 casos de pessoas com mais de 80 anos. Estão registados como desconhecidos em relação ao grupo etário a que pertencem, 34 doentes.
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 511.312 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 10.509.550 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 5.302.100 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em quarta, 01 julho 2020 18:31
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta terça-feira, há 42141 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 229 casos do que os registados na passada segunda-feira. Há agora 1454 pessoas que aguardam resultado laboratorial (menos 44 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 27505 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 300 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 491 pessoas internadas em unidades de saúde (mais duas pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 73 internados em unidades de cuidados intensivos (estão assim mais duas pessoas internadas que no dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 380476 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 336881.
 
Neste momento há 31414 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1576 mortes. Nas últimas 24 horas morreram oito pessoas, mortes essas que se registaram uma na região Norte, cinco na região de Lisboa e Vale do Tejo e duas na região Alentejo. 
 
A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais casos em Portugal, registando 19165 casos, mais 188 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região Norte com 17521 casos confirmados até ao momento, mais 20 que os verificados na passada segunda-feira. A região Centro regista 4110 casos, mais 10 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 618 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais três casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores vê manter nos 150 o número de casos confirmados de infecção na região. Ao fim de praticamente dois meses, a Região Autónoma da Madeira regista novo aumento no número de casos de infectados na região, estando agora registados 93 casos, mais um que no dia de ontem. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 484, registando-se assim mais sete casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (37%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (10%).  
 
  
Se considerarmos as faixas etárias, há 1232 casos até aos nove anos de idade, 1723 casos entre os 10 e 19 anos, 6146 casos entre os 20 e os 29 anos, 6721 casos entre os 30 e 39 anos, 7013 casos entre os 40 e os 49 anos, 6616 casos entre os 50 e os 59 anos, 4339 casos entre os 60 e os 69 anos, 3039 casos entre os 70 e os 79 anos e 5283 casos de pessoas com mais de 80 anos. Estão registados como desconhecidos em relação ao grupo etário a que pertencem, 29 doentes.
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 505.652 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 10.322.400 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 5.187.300 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em terça, 30 junho 2020 17:17
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico deste sábado, há 41189 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 323 casos do que os registados na passada sexta-feira. Há agora 1627 pessoas que aguardam resultado laboratorial (mais 66 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 26864 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 231 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 442 pessoas internadas em unidades de saúde (menos 15 pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 70 internados em unidades de cuidados intensivos (estão assim mais três pessoas internadas que no dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 375490 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 332674.
 
Neste momento há 31255 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1561 mortes. Nas últimas 24 horas morreram seis pessoas, mortes essas que se registaram todas na região de Lisboa e Vale do Tejo. 
 
A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais casos em Portugal, registando 18361 casos, mais 255 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região Norte com 17445 casos confirmados até ao momento, mais quatro que os verificados na passada sexta-feira. A região Centro regista 4080 casos, mais 24 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 595 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais 21 casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores vê subir para os 149 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se assim mais um caso que os verificados no boletim de ontem. A Região Autónoma da Madeira mantém nos 92 o número de casos infectados na região. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 467, registando-se assim mais 18 casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (37%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (10%).  
 
  
Se considerarmos as faixas etárias, há 1174 casos até aos nove anos de idade, 1652 casos entre os 10 e 19 anos, 5971 casos entre os 20 e os 29 anos, 6541 casos entre os 30 e 39 anos, 6869 casos entre os 40 e os 49 anos, 6511 casos entre os 50 e os 59 anos, 4269 casos entre os 60 e os 69 anos, 2995 casos entre os 70 e os 79 anos e 5178 casos de pessoas com mais de 80 anos. Estão registados como desconhecidos em relação ao grupo etário a que pertencem, 29 doentes.
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 494.337 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 9.823.840 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 4.882.900 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em sábado, 27 junho 2020 15:43
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta sexta-feira, há 40866 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 451 casos do que os registados na passada quinta-feira. Há agora 1561 pessoas que aguardam resultado laboratorial (mais 37 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 26633 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 251 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 457 pessoas internadas em unidades de saúde (mais 21 pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 67 internados em unidades de cuidados intensivos (exactamente o mesmo número de pessoas internadas que no dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 373293 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 330866.
 
Neste momento há 31246 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1555 mortes. Nas últimas 24 horas morreram seis pessoas, mortes essas que se registaram quatro na região de Lisboa e Vale do Tejo, uma na região Norte e uma na região Alentejo. 
 
A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais casos em Portugal, registando 18106 casos, mais 339 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região Norte com 17441 casos confirmados até ao momento, mais 69 que os verificados na passada quinta-feira. A região Centro regista 4056 casos, mais um caso que os registados no dia anterior, e o Algarve vê manter nos 574 o número de casos confirmados de infecção na região. A Região Autónoma dos Açores vê subir para os 148 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se assim mais dois casos que os verificados no boletim de ontem. A Região Autónoma da Madeira mantém nos 92 o número de casos infectados na região. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 449, registando-se assim mais 40 casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (37%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (10%).  
 
  
Se considerarmos as faixas etárias, há 1146 casos até aos nove anos de idade, 1635 casos entre os 10 e 19 anos, 5911 casos entre os 20 e os 29 anos, 6481 casos entre os 30 e 39 anos, 6821 casos entre os 40 e os 49 anos, 6471 casos entre os 50 e os 59 anos, 4235 casos entre os 60 e os 69 anos, 2980 casos entre os 70 e os 79 anos e 5157 casos de pessoas com mais de 80 anos. Estão registados como desconhecidos em relação ao grupo etário a que pertencem, 29 doentes.
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 487.274 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 9.604.040 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 4.770.300 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em sexta, 26 junho 2020 17:36
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta quinta-feira, há 40415 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 311 casos do que os registados na passada quarta-feira. Há agora 1524 pessoas que aguardam resultado laboratorial (menos 62 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 26382 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 299 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 436 pessoas internadas em unidades de saúde (mais sete pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 67 internados em unidades de cuidados intensivos (menos seis pessoas internadas em relação ao dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 371024 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 329085.
 
Neste momento há 31113 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1549 mortes. Nas últimas 24 horas morreram seis pessoas, mortes essas que se registaram quatro na região de Lisboa e Vale do Tejo, uma na região Norte e uma na região Alentejo. 
 
A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais casos em Portugal, registando 17767 casos, mais 240 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região Norte com 17372 casos confirmados até ao momento, mais 33 que os verificados na passada quarta-feira. A região Centro regista 4055 casos, mais 13 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 574 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se assim mais 22 casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores mantém nos 146 o número de casos confirmados de infecção na região, assim como a Região Autónoma da Madeira mantém nos 92 o número de casos infectados na região. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 409, registando-se assim mais três casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (37%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (10%).  
 
  
Se considerarmos as faixas etárias, há 1116 casos até aos nove anos de idade, 1598 casos entre os 10 e 19 anos, 5845 casos entre os 20 e os 29 anos, 6390 casos entre os 30 e 39 anos, 6769 casos entre os 40 e os 49 anos, 6423 casos entre os 50 e os 59 anos, 4195 casos entre os 60 e os 69 anos, 2952 casos entre os 70 e os 79 anos e 5098 casos de pessoas com mais de 80 anos. Estão registados como desconhecidos em relação ao grupo etário a que pertencem, 29 doentes.
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 482.802 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 9.450.110 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 4.672.300 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em quinta, 25 junho 2020 17:07
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta quarta-feira, há 40104 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 367 casos do que os registados na passada terça-feira. Há agora 1586 pessoas que aguardam resultado laboratorial (menos 173 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 26083 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 254 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 429 pessoas internadas em unidades de saúde (menos 12 pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 73 internados em unidades de cuidados intensivos (mais uma pessoa internada em relação ao dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 368967 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 327277.
 
Neste momento há 30935 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1543 mortes. Nas últimas 24 horas morreram três pessoas, mortes essas que se registaram todas na região de Lisboa e Vale do Tejo. 
 
Pela primeira vez desde que se iniciou a pandemia de Covid-19 no nosso país, que a região de Lisboa e Vale do Tejo é a região com mais casos em Portugal, registando 17527 casos, mais 302 casos que os registados no dia anterior. Segue-se agora a região Norte com 17339 casos confirmados até ao momento, mais 10 que os verificados na passada terça-feira. A região Centro regista 4042 casos, mais 28 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 552 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se assim mais 16 casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores vê subir para os 146 o número de casos confirmados de infecção na região, verificando-se assim mais dois casos que os mencionados no dia anterior. A Região Autónoma da Madeira mantém nos 92 o número de casos infectados na região. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 406, registando-se assim mais nove casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (37%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (10%).  
 
  
Se considerarmos as faixas etárias, há 1090 casos até aos nove anos de idade, 1569 casos entre os 10 e 19 anos, 5790 casos entre os 20 e os 29 anos, 6329 casos entre os 30 e 39 anos, 6720 casos entre os 40 e os 49 anos, 6389 casos entre os 50 e os 59 anos, 4179 casos entre os 60 e os 69 anos, 2939 casos entre os 70 e os 79 anos e 5069 casos de pessoas com mais de 80 anos. Estão registados como desconhecidos em relação ao grupo etário a que pertencem, 30 doentes.
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 477.570 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 9.279.310 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 4.548.900 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em quarta, 24 junho 2020 15:27
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta terça-feira, há 39737 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 345 casos do que os registados na passada segunda-feira. Há agora 1759 pessoas que aguardam resultado laboratorial (menos 23 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 25829 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 281 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 441 pessoas internadas em unidades de saúde (mais 17 pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 72 internados em unidades de cuidados intensivos (exactamente o mesmo número de pessoas internadas em relação ao dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 366777 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 325281.
 
Neste momento há 30248 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1540 mortes. Nas últimas 24 horas morreram seis pessoas, mortes essas que se registaram todas na região de Lisboa e Vale do Tejo. 
 
A região Norte volta a ser a que regista mais casos, com 17329 casos confirmados até ao momento, mais nove que no dia anterior. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com 17225 casos, mais 299 casos que os registados na passada segunda-feira. A região Centro regista 4014 casos, mais nove casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 536 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se assim mais sete casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores vê manter nos 144 o número de casos confirmados de infecção na região, assim como na Região Autónoma da Madeira se mantém o número de casos infectados na região, sendo agora 92 os casos registados. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 397, registando-se assim mais 21 casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (38%) febre (29%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (11%).  
 
  
 
  
Se considerarmos as faixas etárias, há 1069 casos até aos nove anos de idade, 1550 casos entre os 10 e 19 anos, 5724 casos entre os 20 e os 29 anos, 6269 casos entre os 30 e 39 anos, 6659 casos entre os 40 e os 49 anos, 6345 casos entre os 50 e os 59 anos, 4145 casos entre os 60 e os 69 anos, 2907 casos entre os 70 e os 79 anos e 5041 casos de pessoas com mais de 80 anos. Estão registados como desconhecidos em relação ao grupo etário a que pertencem, 28 doentes.
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 472.113 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 9.116.250 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 4.437.300 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em terça, 23 junho 2020 15:06
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta segunda-feira, há 39392 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 259 casos do que os registados no passado domingo. Há agora 1782 pessoas que aguardam resultado laboratorial (menos 44 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 25548 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 142 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 424 pessoas internadas em unidades de saúde (mais 17 pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 72 internados em unidades de cuidados intensivos (mais três pessoas internadas em relação ao dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 364305 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 323131.
 
Neste momento há 30956 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1534 mortes. Nas últimas 24 horas morreram quatro pessoas, mortes essas que se registaram todas na região de Lisboa e Vale do Tejo. 
 
A região Norte volta a ser a que regista mais casos, com 17320 casos confirmados até ao momento, mais 71 que no dia anterior. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com 16926 casos, mais 164 casos que os registados no passado domingo. A região Centro regista 4005 casos, mais 14 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 529 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se assim mais oito casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores vê manter nos 144 o número de casos confirmados de infecção na região, assim como na Região Autónoma da Madeira se mantém o número de casos infectados na região, sendo agora 92 os casos registados. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 376, registando-se assim mais dois casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (38%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (11%).  
 
  
 
  
Se considerarmos as faixas etárias, há 1052 casos até aos nove anos de idade, 1522 casos entre os 10 e 19 anos, 5657 casos entre os 20 e os 29 anos, 6200 casos entre os 30 e 39 anos, 6597 casos entre os 40 e os 49 anos, 6299 casos entre os 50 e os 59 anos, 4119 casos entre os 60 e os 69 anos, 2895 casos entre os 70 e os 79 anos e 5020 casos de pessoas com mais de 80 anos. Estão registados como desconhecidos em relação ao grupo etário a que pertencem, 31 doentes.
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 468.518 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 8.979.750 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 4.200.700 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em terça, 23 junho 2020 17:46