quinta, 22 novembro 2018

Um Justo Campeão

Escrito por  Publicado em José Lameiras quarta, 09 maio 2018 09:57
O FC Porto foi um justo campeão. Para fazer esta análise, olho só para o que se jogou em campo, ignorando tudo aquilo que aconteceu fora das quatro linhas neste campeonato, e que deveria envergonhar e muito os principais responsáveis do futebol em Portugal.
 
Sérgio Conceição merece este título. O Porto não pôde comprar jogadores, fez regressar emprestados, teve jogos em que claramente não deu mais, mas outros houve, como o da Luz ou o da Madeira, em que quis muito ganhar e acabou por ser feliz. O Benfica conseguiu o que parecia impossível, recuperando o primeiro lugar já na recta final, mas depois faltou arte e engenho para o reforçar ou até mesmo segurar. Por isto ou por aquilo, o Benfica acaba por ser um digno vencido e agora o segundo lugar, que só serviu para apimentar o derby eterno, é uma questão secundária pois a hipótese de entrar na Liga dos Campeões, e os milhões, não servem como prémio de consolação para uma equipa que dominou o futebol em Portugal nos últimos quatro anos.
 
Dito assim, até parece que falamos de clubes ricos. Claro que não. Tanto um como o outro precisam de dinheiro e da Liga dos Campeões, mas, para mim, o segundo é sempre o primeiro dos últimos e isso faz mais sentido ainda se nos lembrarmos que estamos a falar de um clube que ganhou quase tudo em Portugal nos últimos tempos. É certo que para os clubes é muito importante, mas para os adeptos, só aqueles que fazem questão de ficar à frente do eterno rival é que são capazes de achar que o segundo lugar é positivo. Olhando com clareza, é até bem mais positivo para o Sporting, do que para o Benfica, isto se não olharmos aos montantes envolvidos. Para quem tem festejado títulos, ser segundo nunca poderá ser um bom resultado.
 

O que faltou ao Benfica? Faltou assumir que o Penta não se ganha com as camisolas. Faltou planear a época como deve ser e entender onde estão as lacunas da equipa e as posições para onde é preciso comprar jogadores. Faltou um treinador mais exigente para com a estrutura.

O que faltou ao Benfica? Faltou assumir que o Penta não se ganha com as camisolas. Faltou planear a época como deve ser e entender onde estão as lacunas da equipa e as posições para onde é preciso comprar jogadores. Faltou um treinador mais exigente para com a estrutura. O Benfica jogou, por exemplo, uma época inteira sem saber se tinha ou não guarda-redes. Parece pouco, mas é muito. O seu "abono de família" lesionou-se e o Benfica perdeu aquilo que só Jonas estava a trazer: qualidade no último terço do terreno. Vontade, não significa qualidade. O Benfica começou a perder este campeonato no dia em que vendeu Mitroglou.
 
O Sporting, só depende de si para ficar em segundo lugar. Se juntar esse lugar à Taça de Portugal e à Taça da Liga, acabará por fazer uma época positiva, para um clube que tem ganho muito pouco nos últimos tempos. No entanto, a aposta milionária em Jorge Jesus foi claramente para ser campeão e fica, mais uma vez, a faltar isso. São já três anos com este treinador e, curiosamente, foi no seu primeiro ano que esteve mais perto de conquistar o título. Se ficar em segundo e ganhar a Taça de Portugal, acaba por ser positiva, para o Sporting, esta época, mas o título voltou a ficar distante.
 
Isto foi o que eu vi ao longo do ano. Numa prova de regularidade como é o campeonato, acho sempre que o Campeão acaba por ser justo, pois falamos de trinta jornadas e todos são beneficiados e prejudicados pelas arbitragens, todos têm lesões e castigos e todos têm excesso de jogos. Sérgio Conceição foi inteligente na forma como resolveu os problemas que teve durante a época, nomeadamente a falta de Danilo e os problemas com Soares e Casillas. Percebeu o que tinha, arriscou, quase perdeu, mas ganhou e foi campeão no seu primeiro ano no Porto. Não é, ainda, um grande treinador, mas é alguém que sabe bem como funciona o futebol e os balneários de clubes grandes. Teve uma oportunidade e agarrou-a. É isto que fica para a história. 
 
* Jornalista José Lameiras
 
 

Deixe um comentário