quarta, 27 outubro 2021
quarta, 15 setembro 2021 01:08

Estremoz - Teatro Bernardim Ribeiro inserido na Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses

Escrito por
A região Alentejo passa a ter 11 teatros, cineteatros e outros equipamentos culturais a trabalhar em rede A região Alentejo passa a ter 11 teatros, cineteatros e outros equipamentos culturais a trabalhar em rede DR

Às 50 entidades artísticas anunciadas no final de Agosto, juntam-se agora 31 novos teatros, cineteatros e outros equipamentos culturais que vão integrar a Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP).
 
De Norte a Sul do país, passam a ser 81 as entidades artísticas que vão passar a funcionar em rede em prol de uma oferta cultural de qualidade e diversificada.
 
Das 89 entidades que submeteram os seus pedidos de credenciação, 81 foram seleccionadas, sendo que dos restantes oito pedidos, cinco estão em fase de audiência para apresentação de novos contributos para a decisão final, que acontecerá até dia 4 de Outubro deste ano.
 
Com a divulgação destas 31 novas entidades artísticas que integram a RTCP, a região Alentejo passa a ter 11 teatros, cineteatros e outros equipamentos culturais a trabalhar em rede. A juntar aos seis espaços anunciados em final de Agosto, e que pode conhecer aqui, surgem agora na RTCP, o Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, o Teatro Garcia de Resende, em Évora, o Auditório do Centro Cultural de Arronches, o Auditório Municipal de Portel, e o espaço Musibéria, em Serpa.
 
Entre os 31 equipamentos culturais agora divulgados estão espaços emblemáticos como o Coliseu Micaelense, em Ponta Delgada, nos Açores, o Teatro das Figuras, em Faro, o Cine-Teatro Garrett, na Póvoa de Varzim, o Theatro Gil Vicente, em Barcelos, o Auditório Municipal Beatriz Costa, em Mafra, e o TEMPOTeatro Municipal de Portimão.
 
Estes equipamentos têm agora, de acordo com a Portaria n.º 106/2021, de 25 de Maio, a possibilidade de se candidatarem ao concurso de apoio à programação da RTCP, apoio esse que chegou a estar agendado para 27 de Setembro, mas que só abrirá a 09 de Outubro.
 
A adesão à rede foi feita de forma voluntária e sob o compromisso dos equipamentos credenciados cooperarem entre si, permitindo incentivar a circulação de obras artísticas em território nacional, o aumento do número de coproduções entre entidades, bem como a valorização e qualificação de recursos humanos especializados.
 
A RTCP representa um importante instrumento no desenvolvimento de políticas culturais, que procurará atenuar as assimetrias regionais e promover a coesão territorial no acesso à cultura e às artes em Portugal.
Modificado em quarta, 15 setembro 2021 11:53

Deixe um comentário