sábado, 25 setembro 2021
quarta, 28 julho 2021 09:35

Estremoz - GNR apreende mais de 450 plantas de canábis

Escrito por
Na mesma missiva é salientado que “o suspeito assumiu ser o proprietário e produtor" Na mesma missiva é salientado que “o suspeito assumiu ser o proprietário e produtor" DR

Tal como o Ardina do Alentejo noticiou aqui, e em primeira mão, o Comando Territorial de Évora da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Destacamento Territorial de Estremoz, deteve no dia de ontem, 27 de Julho, no concelho de Estremoz, um homem de 40 anos pelo crime de tráfico de estupefacientes, tendo apreendido mais de 450 plantas de canábis.
 
Em comunicado enviado às redacções, a GNR revela que “no seguimento de uma denúncia, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Estremoz encetou diligências policiais, tendo localizado duas plantações de canábis”.
 
Na mesma missiva é salientado que “o suspeito assumiu ser o proprietário e produtor, não possuindo qualquer tipo de autorização para o cultivo ou venda desta planta”.
 
A GNR refere que “no decorrer da acção, foi possível verificar que o suspeito tinha na sua posse cerca de 124 quilos de plantas e sumidades, secas e embaladas, 24 quilos de sementes de diversas espécies de canábis e cerca de 500 embalagens para separação, acondicionamento e transporte do produto”.
 
Estima-se que o produto já preparado daria para cerca de 50 mil doses individuais, com um valor superior a 500 mil euros” concluir a força de segurança.
 
Tal como o Ardina do Alentejo também já tinha noticiado, o suspeito vai ser presente durante esta quarta-feira, 28 de Julho, ao Tribunal Judicial de Évora para aplicação das medidas de coação.
Modificado em quarta, 28 julho 2021 11:00

Deixe um comentário