sábado, 04 julho 2020
terça, 21 abril 2020 17:33

Mercado Tradicional de Estremoz regressa já neste sábado, 25 de Abril, feriado nacional

Escrito por
Autarquia garante que o regresso far-se-á com “algumas restrições devido à actual situação de Estado de Emergência" Autarquia garante que o regresso far-se-á com “algumas restrições devido à actual situação de Estado de Emergência" DR
Através de comunicado enviado às redacções, a Câmara Municipal de Estremoz informa que no próximo Sábado, dia 25 de Abril, regressa à cidade branca do Alentejo, “o Mercado Tradicional”.
 
A autarquia salienta que o regresso far-se-á com “algumas restrições devido à actual situação de Estado de Emergência provocada pela pandemia da Covid-19”, e que obrigou ao seu cancelamento nos sábados anteriores, e longe do habitual Rossio Marquês de Pombal.
 
Ainda segundo a edilidade, o tradicional Mercado de Estremoz irá funcionar, no Parque de Feiras e Exposições Engenheiro André de Brito Tavares, “em recinto fechado e ao ar livre, sendo respeitadas todas as regras e orientações da Direcção-Geral da Saúde relativas a distâncias de segurança, higiene e protecção individual”.
 
Poderão participar no Mercado Tradicional apenas os produtores e vendedores que habitualmente já participam no mercado que se realiza no Rossio Marquês de Pombal e que, por isso, constam da base de dados da Câmara Municipal, sendo ainda a participação restringida apenas aos produtores e vendedores do concelho de Estremoz e concelhos limítrofes, ou seja, dos concelhos de Arraiolos, Borba, Évora, Fronteira, Monforte, Sousel e Redondo” salienta o Município liderado por Francisco Ramos.
 
A Câmara Municipal de Estremoz assevera que “a participação é ainda condicionada à comercialização de bens considerados essenciais no âmbito do Estado de Emergência e como tal devidamente identificados no Decreto n.° 2-C/2020, de 17 de abril, designadamente: produtos hortícolas e frutícolas, pão, doçaria, queijos, enchidos e outros produtos alimentares, plantas, flores, animais de capoeira, ovos, frutos secos e ervas alimentares, entre outros”.
 
No comunicado é ainda referido que “o Mercado irá funcionará entre as 7:30 e as 13:00 horas, e o acesso ao mesmo fica condicionado aos limites de ocupação máxima definidos pela Portaria n.° 71/2020, de 15 de março, pelo que não será permitida a permanência no interior do recinto, em simultâneo, a mais de 100 pessoas, devendo as restantes aguardar no exterior a sua vez de entrada, mantendo a distância de segurança das restantes”. A autarquia recomenda que “todas as pessoas que se dirijam ao mercado para aquisição de bens essenciais se protejam de acordo com as orientações em vigor, designadamente através da utilização de máscara e luvas de protecção, higienização das mãos, cumprimento da etiqueta respiratória e das distâncias de segurança”.
 
O Município de Estremoz pretende com este regresso do Mercado Tradicional “estimular a economia local, apoiando desta forma o escoamento dos produtos dos pequenos produtores locais, sabendo que alguns dos produtos hortícolas e agroalimentares comercializados no Mercado Tradicional têm épocas específicas de produção e comercialização, as quais não podem ser adiadas para data posterior”.
 
A autarquia apela “à colaboração de todos para que o Mercado Tradicional de Estremoz possa, com as devidas restrições, retomar gradualmente a sua função na dinâmica da cidade e do concelho, e que tal aconteça com a segurança que a actual situação epidemiológica impõe”.
Modificado em quinta, 23 abril 2020 14:03

Deixe um comentário