quinta, 13 agosto 2020
sexta, 06 dezembro 2019 08:52

Centro Social e Paroquial de Santo André de Estremoz vence Prémio BPI "La Caixa" Rural

Escrito por
Para além da IPSS estremocense, foram ainda contempladas na 1ª edição do Prémio BPI "la Caixa" Rural mais duas instituições alentejanas Para além da IPSS estremocense, foram ainda contempladas na 1ª edição do Prémio BPI "la Caixa" Rural mais duas instituições alentejanas DR
O Centro Social e Paroquial de Santo André, Instituição Particular de Solidariedade Social sedeada em Estremoz, foi uma das 22 instituições premiadas na edição de 2019 dos Prémios BPI “La Caixa” Rural.
 
O Prémio BPI "La Caixa" Rural visa apoiar projectos de acção social em zonas rurais em diferentes áreas prioritárias como o envelhecimento, incapacidade, pobreza e exclusão social, integração laboral, interculturalidade e coesão social e saúde.
 
Num contexto marcado por um acentuado desequilíbrio demográfico nos meios rurais, com populações muito envelhecidas e frágeis redes de apoio formais e informais, não é surpreendente que a maioria dos projectos se dirija ao apoio aos mais velhos, para dar respostas ao isolamento e promover a vida activa e a autonomia.
 
O projecto do Centro Social e Paroquial de Santo André chama-se “Geração para a Vida” e foi contemplado com 19.521 euros. O “Geração para a Vida” prevê a criação de uma equipa técnica da área social, para acompanhar idosos isolados, numa relação de contínua proximidade, realizando actividades sócio culturais no domicílio. O projecto pretende potenciar o uso de uma plataforma tecnológica interactiva para combater a solidão e promover a estimulação cognitiva e sensorial.
 
Para além da IPSS estremocense, foram ainda contempladas na 1ª edição do Prémio BPI "la Caixa" Rural mais duas instituições alentejanas: a Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior, cujo projecto foi contemplado com 40 mil euros, e a Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz, cujo projecto recebeu 13.110 euros.
 
Incentivar grupos de pessoas mais velhas a resolver problemas nas suas comunidades rurais, apoiar pessoas carenciadas incluindo a família e cuidadores informais, assegurar cuidados continuados e acções paliativas, e promover o voluntariado geral ou especializado, foram alguns dos projetos distinguidos no dia de ontem, 5 de Dezembro, na 1ª edição do Prémio BPI "La Caixa" Rural.
 
Os projectos receberam, em média, mais de 34 mil euros, num total de 750 mil euros.
 
Prémios BPI "La Caixa" distribuíram 3,75 milhões de euros em 2019
 
Os Prémios BPI "La Caixa" 2019 são uma iniciativa conjunta do BPI e da Fundação "La Caixa" e destinam-se a apoiar financeiramente projectos que promovam a melhoria da qualidade de vida e a igualdade de oportunidades de pessoas em situação de vulnerabilidade social.
 
Em 2019, foram cinco os Prémios BPI "La Caixa", no valor total de 3,75 milhões de euros para apoiar mais de 20 mil beneficiários de 120 projectos.
 
Em média, foram recebidas 174 candidaturas por prémio. No total, foram recebidas 870 candidaturas de projectos de instituições privadas sem fins lucrativos.
 
Os prémios inserem-se na política de responsabilidade social do Banco e são financiados pela Fundação "la Caixa". As duas entidades estabeleceram um acordo de colaboração para o desenvolvimento de projectos de carácter social e cultural em Portugal após a entrada do BPI no grupo CaixaBank.
Modificado em sexta, 06 dezembro 2019 09:05

Deixe um comentário