quinta, 13 dezembro 2018

Deputados do PSD questionam Ministério da Administração Interna sobre Bairro das Quintinhas

Escrito por  Publicado em Estremoz quarta, 19 setembro 2018 17:54
Liderados por António Costa da Silva, os deputados laranja dão a conhecer ao Ministério dirigido por Eduardo Cabrita, “o clima de insegurança naquela zona” Liderados por António Costa da Silva, os deputados laranja dão a conhecer ao Ministério dirigido por Eduardo Cabrita, “o clima de insegurança naquela zona” DR
Um conjunto de deputados do Partido Social Democrata (PSD) com assento na Assembleia da República, questionaram hoje, dia 19 de Setembro, o Governo, através do Ministério da Administração Interna (MAI), sobre os “Problemas com a insegurança no Bairro das Quintinhas em Estremoz”.
 
Liderados por António Costa da Silva, deputado eleito pelo Círculo Eleitoral do Distrito de Évora, os deputados laranja dão a conhecer ao Ministério dirigido por Eduardo Cabrita, “o clima de insegurança naquela zona” habitacional do concelho de Estremoz e as “inúmeras e recorrentes queixas efectuadas pelos moradores, mas também pelas pessoas que por ali circulam”.
 
Os nove deputados escreveram ao Governo salientando que “as ocorrências são inúmeras” enumerando algumas como ”roubos, agressões diversas, vandalismo, apedrejamento das pessoas e tiroteios”. Acrescentaram ainda que “a intranquilidade dos estremocenses não melhorou com a construção, em 2014, do Quartel da GNR nas imediações” e que “a eficácia das forças de segurança, nomeadamente da PSP, tem sido muito reduzida”. 
 
O texto, assinado por mais oito deputados social-democratas (Carlos Peixoto, Margarida Mano, Berta Cabral, Fátima Ramos, José Silvano, Álvaro Batista, António Ventura e Ana Oliveira), e que se baseia praticamente na sua totalidade no artigo de opinião escrito por António Costa da Silva para o Ardina do Alentejo, que publicámos na manhã de hoje (aqui) e que já se transformou numa das crónicas de opinião mais lidas de sempre do nosso portal de informação, termina com duas perguntas: Quais as diligências que estão a ser tomadas com o objetivo de resolver este grave problema? e Qual o prazo definido pelo Ministério da Administração Interna para implementar as referidas diligências?
 
Aguarda-se agora, “e ao abrigo das normas constitucionais e regimentais” que o Ministro Eduardo Cabrita responda às questões formuladas pelos deputados laranja. 

Deixe um comentário