segunda, 25 junho 2018

Assembleia Municipal de Estremoz aprova tomada de posição sobre estação ferroviária na Zona dos Mármores

Escrito por  Publicado em Estremoz %PM, %12 %663 %2018 %15:%maio
Tomada de posição proposta pelo Grupo Municipal do PS foi aprovada por unanimidade Tomada de posição proposta pelo Grupo Municipal do PS foi aprovada por unanimidade DR
A Assembleia Municipal de Estremoz reivindica que a ligação ferroviária de mercadorias entre Sines e a fronteira do Caia, em Elvas, contemple um cais de carga e descarga de contentores na chamada "Zona dos Mármores".
 
Numa tomada de posição, proposta pelo Grupo Municipal do PS, e aprovada por unanimidade na mais recente sessão da Assembleia Municipal de Estremoz, realizada a 23 de Abril, é defendido que a nova ferrovia possa vir "a servir os diversos sectores industriais na exportação dos seus produtos, minimizando os custos e reforçando a atractividade à fixação de empresas em especial de vocação exportadora".
 
Com o avanço do projecto ferroviário e além de uma de uma estação/cais na "Zona dos Mármores", que abrange concelhos como Estremoz, Borba, Vila Viçosa e Alandroal, os autarcas pretendem que a linha também "sirva para o transporte de passageiros, facilitando a interligação entre as rodovias fundamentais e a ferrovia".
 
"Depois de mais de 20 anos a discutir o TGV, finalmente Portugal voltou a colocar na sua estratégia de desenvolvimento a ferrovia", lê-se no documento.
 
Para a Assembleia Municipal de Estremoz, "o significativo investimento" na ligação ferroviária entre Sines e a fronteira do Caia, perto de Elvas, "contém uma enorme esperança de afirmação de uma nova oportunidade para Portugal, para o Alentejo e para o distrito de Évora".
 
"Somos uma porta de acesso ao Oceano Atlântico e à Europa, pelo que o porto de Sines, pelas suas características, deve ter ligações ferroviárias funcionais à fronteira com Espanha", segundo a tomada de posição.
 
c/ LUSA

Deixe um comentário

Mais Populares