sexta, 17 agosto 2018

Estremoz é o terceiro município mais competitivo do distrito de Évora

Escrito por  Publicado em Estremoz %AM, %28 %048 %2016 %01:%Out.
No ranking geral, a cidade de Estremoz está posicionada na 130ª posição entre 308 concelhos No ranking geral, a cidade de Estremoz está posicionada na 130ª posição entre 308 concelhos DR
O “City Performance Index 2016” é um estudo de avaliação dos municípios portugueses, que faz uma análise abrangente dos municípios, comparando o desempenho de cada concelho na região onde se insere e no panorama nacional.
 
Segundo este relatório, elaborado pela empresa de consultoria de estratégia internacional “20/20 Strategy”, e depois de avaliado o desempenho dos 308 municípios portugueses em seis dimensões abrangentes, mas distintas, e que impulsionam a competitividade (Produtividade, Talento, Infraestrutura, Governo, Social e Ambiente), Estremoz ocupa o 130º posto, de um ranking liderado pela capital, Lisboa. O Porto, na segunda posição, e Oeiras, no terceiro lugar, completam o pódio deste relatório.
 
O “City Performance Index 2016”, ao qual o Ardina do Alentejo teve acesso, avaliou a competitividade dos municípios através do desempenho em seis dimensões distintas, analisando 54 indicadores, com base nos dados anuais mais recentes:
 
Produtividade (Desenvolvimento Económico, Crescimento e Criação de empresas) - avalia a capacidade económica e a prosperidade de um município, nomeadamente em termos de criação de valor acrescentado (total e per capita), e da dinâmica na actividade empresarial;
 
Talento (Estrutura da população, Emprego, Educação e Nível de salários) - avalia a qualidade do capital humano, medindo o nível de emprego, o nível de educação, a estrutura da população e o nível de salários na zona. A qualidade do talento local é um componente-chave no crescimento de um município;
 
Infraestrutura (Acessibilidade, Tecnologia, Serviços Sociais e Infraestrutura empresarial) - tem em conta a infraestrutura física (aeroportos, rede de transportes, etc.), a qualidade dos serviços sociais (hospitais, universidades) bem como a infraestrutura de negócios. Além disso analisa o nível de presença e adopção de tecnologia;
 
Governo (Política de investimento local, Finanças locais e Transparência) - avalia a eficiência com que o governo local é gerido. Tem em conta factores como o nível de investimento em iniciativas locais, as finanças locais ou o nível de transparência das instituições locais;
 
Social (Saúde, Segurança, Diversidade, Cultura e Custo de Vida) - refere-se ao bem-estar e ao tecido social do município. Tem em conta a saúde e a segurança, a densidade populacional e o custo de habitação. Também avalia, as actividades culturais e património, o turismo e o nível de diversidade da população;
 
Ambiente (Poluição, Resíduos e reciclagem e Planeamento Urbano) - avalia a qualidade do meio ambiente, em termos do grau de desenvolvimento urbano e espaços verdes, o nível de poluição e resíduos, a gestão de recursos e esforços para a protecção do ambiente.
 
O 130º lugar do Município de Estremoz, entre 308 municípios, resulta de uma pontuação ponderada do desempenho em cada um dos seis factores analisados. A nível nacional, o concelho de Estremoz ocupa o 146º lugar no factor Produtividade, o 172º posto na área Talento, a 105ª posição no campo Infraestrutura, o 104º lugar na área Governo, o 73º posto no parâmetro Social e a 112ª posição no fator Ambiente.
 
Os resultados de cada indicador foram normalizados numa escala de 0-100, para estabelecer uma unidade consistente de medida e para permitir que as pontuações sejam agregadas para cada dimensão. No item Produtividade, o Município de Estremoz alcançou 27 pontos (mais um que a média nacional), no factor Talento obteve 27 pontos (menos que sete que a média do país), no parâmetro Infraestrutura teve igualmente 27 pontos (mais três que a média nacional), na área Governo alcançou os 25 pontos (mais dois que a média dos restantes concelhos), no factor Social obteve 48 pontos (mais cinco que a média nacional) e no campo Ambiente teve 64 pontos (mais nove que a média do país).
 
Depois de analisada no “City Performance Index 2016” a performance dos municípios do distrito de Évora, o Município de Estremoz ocupa o 3º lugar, numa tabela liderada pela capital de distrito, Évora, que ocupa a 30ª posição no ranking nacional, e que tem Vila Viçosa no segundo posto (128º lugar na tabela nacional).
 
O “City Performance Index 2016” revela ainda que Montemor-o-Novo está posicionado na 4ª posição a nível distrital (141 no ranking nacional), Vendas Novas no 5º lugar distrital (145 na tabela nacional), e Borba no 6º posto do distrito (155 na tabela global).
 
Os restantes oito municípios do distrito eborense estão ordenados da seguinte forma: 7º Arraiolos (178), 8º Reguengos de Monsaraz (201), 9º Mora (206), 10º Alandroal (215), 11º Portel (216), 12º Viana do Alentejo (219), 13º Redondo (237) e 14º Mourão (304).
 
c/ Município de Estremoz
 

Deixe um comentário

Mais Populares