sábado, 30 maio 2020
Tendo em conta a actual situação de pandemia da Covid-19, e como medida de apoio às empresas e às famílias do concelho de Estremoz, Francisco Ramos, Presidente da autarquia estremocense, deu instruções aos serviços da edilidade para que se proceda à suspensão do pagamento, durante o período de quebra de actividade e de poder económico decorrentes dos efeitos da referida pandemia, das rendas devidas ao Município; das taxas de utilização do espaço público, como por exemplo esplanadas, toldos, etc.; das taxas de publicidade; e das tarifas de abastecimento de águas, saneamento e resíduos sólidos urbanos.
 
A suspensão do pagamento das referidas rendas, taxas e tarifas por parte dos munícipes, empresas e instituições vigora por tempo indeterminado e tem efeitos a partir do mês de Março do corrente ano, inclusive.
 
Em comunicado, o Município de Estremoz informa que “está a avaliar a evolução da situação epidemiológica no país, bem como os efeitos económicos e sociais que esta pandemia está a ter no concelho de Estremoz, pelo que atempadamente será decidida a eventual isenção das referidas rendas, taxas e tarifas, bem como os termos e condições em que tal isenção ocorrerá”.
Modificado em terça, 14 abril 2020 18:14
Tendo como objectivo principal contribuir para a protecção de todos aqueles que estão na linha da frente no combate à pandemia Covid-19, um grupo de estremocenses disponibilizou-se a fabricar, com recurso a impressoras 3D, viseiras de protecção.
 
A ideia surgiu da cabeça de Jorge Pereira, mas logo recebeu o apoio de dezenas de estremocenses dispostos a ajudar. Desde a primeira hora, que Pedro Ramalho, Paulo Cuco, Duarte Albardeiro e Elviro Silva, se juntaram ao jornalista estremocense e formaram a equipa mais visível de uma ideia que conta com o apoio de centenas pessoas.
 
O agora denominado “Movimento Solidário Viseiras 3D de Estremoz" já entregou 200 viseiras de protecção. O grupo promete continuar a fabricar as viseiras 3D para as fazer chegar a todas as pessoas que têm de trabalhar nesta altura complicada de combate ao novo coronavírus.
 
As 200 viseiras de protecção foram entregues à Delegação de Estremoz da Cruz Vermelha Portuguesa (22), aos Bombeiros Voluntários de Estremoz (25), no Centro de Saúde de Estremoz (30), no Destacamento de Estremoz da Guarda Nacional Republicana (15), no Centro de Bem Estar Social de Estremoz (26), no Recolhimento de Nossa Senhora dos Mártires (30), na Casa de Repouso - Solar do Poço Coberto (26), na Residência Sénior São Nuno Santa Maria (15) e à Sociedade São Vicente de Paulo (3).
 
Também ao comércio tradicional chegaram as viseiras de protecção: Papelaria Aníbal (4), Mercearia Bolotinha (1) e Mercearia Gonçalo Velez (3) foram os espaços de venda de bens essenciais no concelho estremocense a receberem a ajuda desta equipa.
 
Em pouco mais de uma semana, o “Movimento Solidário Viseiras 3D de Estremoz“ já tratou da protecção de 200 pessoas que trabalham em locais de risco.
 
E este grupo deixa ainda uma certeza: “Os lares das freguesias rurais do concelho também não serão esquecidos”.
Modificado em sábado, 11 abril 2020 00:02
Uma das primeiras medidas de contenção da propagação da pandemia Covid-19 tomada no nosso país foi a proibição de visitas aos lares de idosos.
 
O contacto entre os idosos e as suas famílias deixou assim de ser possível… mas apenas fisicamente. Há instituições que usam as novas tecnologias e as redes sociais para facilitar o contacto, ainda que virtual, entre quem é utente do lar e as suas famílias e amigos.
 
Uma dessas instituições é o Recolhimento de Nossa Senhora dos Mártires, em Estremoz. Através da página da instituição na rede social Facebook, os utentes do Recolhimento de Nossa Senhora dos Mártires têm deixado, ao longo das últimas semanas, mensagens para os seus familiares e amigos. E com giz e uma ardósia se vão matando as saudades.
 
Mas o uso das novas tecnologias no Recolhimento de Nossa Senhora dos Mártires não se fica apenas pelas mensagens via Facebook. De segunda a sexta-feira, entre as 15 e as 17 horas, e depois de efectuada uma marcação prévia, os utentes podem realizar videochamadas com os seus familiares. E assim, do longe se faz perto. 
 
As mensagens estão disponíveis aqui.
Modificado em domingo, 05 abril 2020 13:06
Uma das primeiras medidas de contenção da propagação da pandemia Covid-19 tomada no nosso país foi a proibição de visitas aos lares de idosos.
 
O contacto entre os idosos e as suas famílias deixou assim de ser possível… mas apenas fisicamente. Há instituições que usam as novas tecnologias e as redes sociais para facilitar o contacto, ainda que virtual, entre quem é utente do lar e as suas famílias. 
 
E uma dessas instituições é a Santa Casa da Misericórdia de Estremoz. Através da página da instituição na rede social Facebook, criada propositadamente com este objectivo, os utentes da Residência Sénior da Santa Casa da Misericórdia estremocense deixaram mensagens para os seus familiares, algumas em papel, outras em formato vídeo. Sempre vai dando para matar as saudades.
 
As mensagens estão disponíveis aqui.
Modificado em domingo, 05 abril 2020 13:05
No ano de 2020, a iniciativa 7 Maravilhas de Portugal debruça-se sobre a Cultura Popular. E o concelho de Estremoz está nomeado em duas categorias.
 
Entre as sete categorias de Cultura Popular a concurso, o Município de Estremoz candidatou a “FIAPE - Feira Internacional de Agropecuária de Estremoz”, na categoria Festas e Feiras, e “Os Bonecos de Estremoz”, na categoria Artesanato.
 
Numa primeira fase da iniciativa, o painel de especialistas escolheu 21 Candidatos Regionais, de cada distrito ou região autónoma, organizados pelas sete categorias, sendo três de cada categoria, num total nacional que pode atingir os 420 Candidatos Regionais.
 
A cidade de Estremoz foi eleita, em ambas as categorias, para passar à fase seguinte.
 
Depois de fixada a lista de 21 Candidatos Regionais, por cada distrito ou região autónoma, o painel de especialistas vai agora fazer nova escolha, com o intuito de reduzir a 7 Finalistas Regionais, que serão posteriormente apresentados para votação pelo público.
Modificado em sexta, 03 abril 2020 18:15
Faleceu, aos 86 anos de idade, o Coronel Luís Fernando Andrade de Moura, um dos Capitães de Abril de 1974.
 
O então Capitão Andrade de Moura, regressado da Guiné em 1973, onde comandou uma das companhias do Batalhão de Cavalaria 3854, e estando ligado ao "Movimento dos Capitães", foi colocado no Regimento de Cavalaria nº 3 de Estremoz, como Oficial de Operações e Informações.
 
O RC3 era, à época, uma das unidades mais fortes no país, devido ao volume de viaturas blindadas com que estava equipada, pelo que foi uma das peças fundamentais para o desencadear do "golpe" preparado pelo Movimento dos Capitães.
 
Na manhã do dia 25 de Abril de 1974, foi sob o comando do Capitão Andrade de Moura que o Esquadrão do RC3 se dirigiu a Lisboa, até ao Quartel do Carmo, onde foi conseguida a rendição do Presidente do Conselho, Professor Marcelo Caetano, e proclamada a Liberdade.
 
O Coronel Luís Fernando Andrade de Moura, nascido a 6 de Maio de 1933, foi uma importante figura da nossa História Contemporânea e uma pessoa que sempre esteve ligado ao Regimento de Cavalaria nº 3 e à cidade de Estremoz.
Modificado em quarta, 01 abril 2020 11:56
A Delegação de Estremoz da Cruz Vermelha Portuguesa, instituição sempre na linha da frente no apoio ao próximo, neste momento de extrema necessidade apela à sua solidariedade e está a pedir material de protecção individual para fazer face à actual pandemia.
 
A instituição agradece desde já a sua solidariedade, e informa que as entregas podem ser feitas na sede da Delegação de Estremoz da Cruz Vermelha Portuguesa, no Monte Pistola, em Estremoz.
Através de um comunicado enviado às redacções, o Município de Estremoz informa “todos os interessados que, na sequência da declaração de Estado de Emergência em vigor e tendo em conta as medidas de contenção da COVID-19 adoptadas pelo Município de Estremoz, que estão suspensos, por tempo indeterminado e até comunicação em contrário” o secular Mercado Tradicional e a Feira de Velharias, que têm lugar nas manhãs de sábados, no Rossio Marquês de Pombal, e o Mercado de Levante, que tem lugar igualmente aos sábados, nas imediações do Parque de Feiras e Exposições de Estremoz.
 
Conscientes do impacto social e económico destas medidas de contenção, continuamos a efectuar todas as diligências no sentido de travar a evolução da pandemia no nosso concelho, para bem da saúde da população, pelo que solicitamos a compreensão e colaboração de todos” afirma a autarquia liderada por Francisco Ramos.
 
Esta nota termina apelando “ao distanciamento social, ao recolhimento domiciliário e à adopção de medidas de higienização individual mais frequentes, como principais medidas de propagação do vírus”.
Modificado em quarta, 25 março 2020 11:44
Destinado a todos os alunos do 1º ciclo, encontra-se a decorrer na plataforma +Sucesso Escolar, que pode visitar em https://sucessoescolar.cm-estremoz.pt, o Concurso Municipal "Rainha Ecológica".
 
Neste concurso, a Câmara Municipal de Estremoz desafia todos os alunos a usarem a sua criatividade e imaginação para construírem a emblemática Rainha Santa Isabel, em 3D e com material reciclado.
 
Os alunos/encarregados de educação do 1º Ciclo do Ensino Básico podem submeter fotos do seu trabalho na plataforma +Sucesso Escolar, até ao próximo dia 3 de Abril. O regulamento do concurso está disponível na plataforma, na barra azul, em concursos municipais.
Modificado em terça, 24 março 2020 18:47