sábado, 17 novembro 2018

Piloto alentejano António Maio vai participar no Dakar 2019

Escrito por  Publicado em Desporto sexta, 26 outubro 2018 01:02
O piloto, de 32 anos de idade, divide a competição com uma carreira na GNR O piloto, de 32 anos de idade, divide a competição com uma carreira na GNR DR
A poucos dias de iniciar mais uma Baja Portalegre 500, e que lhe poderá dar, desde já, o quarto título nacional absoluto de todo-o-terreno, António Maio anunciou que em 2019 estará presente no Rali Dakar, aquele que é ainda considerado por muitos, apesar de já não pisar solo africano, o maior evento de todo-o-terreno do mundo.
 
Esta será a estreia do piloto da Yamaha na mítica prova de todo-o-terreno, um projecto para o qual se tem vindo a preparar desde o ano passado, quando se estreou com sucesso no Merzouga Rally, uma prova que serve de ‘wild card’ para o Dakar.
 
Desde então, o piloto natural de São Tiago Rio de Moinhos, no concelho de Borba, tem participado de forma muito positiva em provas de navegação do Campeonato Nacional de Rally Raid, onde tem evoluído bastante na navegação.
 
O piloto, tricampeão nacional de TT, e que aos 32 anos divide a competição com uma carreira na GNR, vai participar no Dakar aos comandos de uma Yamaha WR 450 Rally.
 
Estou muito feliz por finalmente poder dar este passo rumo a um sonho que tinha já há alguns anos. Chegou finalmente a hora de participar na prova rainha do todo-o-terreno mundial e quero em primeiro lugar agradecer a todos os que de alguma forma contribuíram para tornar este sonho uma realidade. Irei dar o meu melhor sabendo que levo comigo para o Peru a força de todos os que torcem por mim”, afirmou António Maio em comunicado.
 
A 41ª edição do Rali Dakar vai decorrer de 6 a 17 de Janeiro de 2019, e contará com um total de 10 etapas (duas das quais maratona), todas disputadas integralmente no Peru. A cidade de Lima, será palco da partida e da chegada desta edição que terá um total de cinco mil quilómetros, três mil dos quais cronometrados.
 
Esta é a primeira vez, desde 2009, que o Dakar não vai contar com a Argentina no seu itinerário.

Deixe um comentário