quinta, 21 novembro 2019

Teatro Garcia de Resende encerra para obras

terça, 05 novembro 2019 00:40
A empreitada da obra de reabilitação física e funcional do edifício do Teatro Garcia de Resende (TGR), em Évora, foi adjudicada pela Câmara Municipal de Évora, aguardando-se agora o visto do Tribunal de Contas para que os trabalhos possam ter início.
 
A rubrica do contrato de empreitada ocorreu no passado dia 29 de Outubro, tendo sido assinado pelo presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá e pelo administrador da empresa Teixeira, Pinto e Soares, S. A., Pedro Miguel Soares, e contou com a presença do vereador Eduardo Luciano.
 
A intervenção agora adjudicada tem o propósito de adequar o edifício ao cumprimento da legislação em vigor no que diz respeito à Segurança Contra o Risco de Incêndio. Vai também proceder-se à eliminação de barreiras arquitectónicas de modo a que o imóvel possa ser utilizado por cidadãos com mobilidade condicionada.
 
A reabilitação física e funcional do edifício do TGR implica um investimento superior a 1 milhão e 385 mil euros, com prazo de execução da obra de 450 dias a contar da data da consignação.
 
Este investimento insere-se no PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, no âmbito do programa Alentejo 2020, constituindo-se como mais um passo na valorização dos equipamentos culturais que formam a base da candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027.
 
O Teatro Garcia de Resende, situado na Praça Joaquim António de Aguiar, foi inaugurado em 1 de Junho de 1892 e encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público, notabilizando-se como um dos mais representativos Teatros à Italiana existentes em Portugal.
 
Modificado em terça, 05 novembro 2019 00:52
O filme “A Herdade” tem sessão agendada para o Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, no próximo dia 31 de Outubro, quinta-feira, pelas 21:30 horas.
 
O realizador Tiago Guedes e os actores principais Albano Jerónimo e Sandra Faleiro vão marcar presença na mais emblemática sala de espectáculos estremocense, a partir das 21 horas, para apresentação do filme.
 
“A Herdade” conta a saga de uma família portuguesa, proprietária de um dos maiores latifúndios da Europa, na margem sul do Rio Tejo, fazendo o retrato da vida histórica, política, social e financeira do nosso país, entre os anos 40 e os dias de hoje.
 
Esta longa-metragem teve estreia mundial na competição oficial do 76.º Festival de Cinema de Veneza, onde o realizador Tiago Guedes foi distinguido com o Prémio Bisato d’Oro para Melhor Realização. “A Herdade” marcou igualmente presença no Festival de Toronto TIFF, sendo a primeira vez que um filme português foi seleccionado para a secção Special Presentations do festival.
 
O filme produzido por Paulo Branco foi o escolhido pelos membros da Academia Portuguesa de Cinema (APC), para representar Portugal na edição de 2020 dos Óscares de Hollywood, na categoria de Melhor Filme Internacional.
 
“A Herdade” conta ainda com a participação de Miguel Borges, João Vicente, Diogo Dória, Ana Bustorff e Victoria Guerra, entre outros, nos principais papéis.
 
Modificado em terça, 29 outubro 2019 12:32
No próximo dia 16 de Novembro, Sábado, a partir das 21.30 horas, as gargalhadas e a boa disposição vão invadir o salão da Junta de Freguesia de Arcos, por ocasião da oitava edição do ARCA Comedy.
 
Organizado pela ARCA - Associação Recreativa e Cultural de Arcos, este espectáculo de stand-up comedy, que conta com a presença de Pedro Neves, Serafim, Joel Ricardo Santos e Nuno Lacerda promete animar, e muito, todos aqueles que se deslocarem até à freguesia do concelho de Estremoz.
 
Os bilhetes para este evento, que conta com o apoio da Junta de Freguesia local e da Câmara Municipal de Estremoz, encontram-se à venda no café "O Fresquinho", no café "O Pires" e na Junta de Freguesia de Arcos.
 
Os ingressos, em número limitado, têm um custo de 15 euros, e dão direito a um lugar sentado em mesa para quatro pessoas, com oferta de "tapa", constituída por vinho, queijo, chouriço e pão.
 
O ARCA Comedy é um espectáculo para maiores de 16 anos.
 
Modificado em sexta, 25 outubro 2019 02:50
Dirigido pelo Maestro João Luís Nabo, o Orfeão de Estremoz Tomaz Alcaide organiza mais um ano o seu já tradicional encontro de coros.
 
No próximo Sábado, dia 29 de Outubro, a partir das 18 horas, a Igreja dos Congregados recebe o 29º Encontro de Coros do Orfeão de Estremoz Tomaz Alcaide, encontro que assinalará o encerramento das comemorações do 89º aniversário do orfeão estremocense.
 
Para além da actuação do Orfeão de Estremoz, este encontro internacional de coros conta com as participações do Coral de Santa Cecília, de Villafranca de los Barros (Espanha), dirigido pelo Maestro Emílio José de José Casillas, e do Coro do Município de Benavente, dirigido pelo Maestro Daniel Manuel.
 
Esta actividade é uma organização do Orfeão de Estremoz Tomaz Alcaide, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz, da União das Freguesias de Estremoz (Santa Maria e Santo André), da Paróquia de Santo André, e de diversas empresas do concelho.
Modificado em terça, 22 outubro 2019 00:56
"Serendipidade - Encontrar coisas boas por acaso". Este é o nome da exposição da estremocense Daniela Baptista, exposição essa que será inaugurada no próximo sábado, 19 de Outubro, pelas 16 horas, no Museu Municipal Professor Joaquim Vermelho, em Estremoz.
 
A exposição retrata vários "acasos", onde pequenos detalhes do dia-a-dia se assemelham a "corações".
 
Em breve nota de lançamento da sua exposição, Daniela Batista refere que "quando comecei a registar estes momentos, não tinha na minha mente fazer uma exposição. Contudo, o caminho faz-se caminhando, e este ano, surgiu essa possibilidade”.
 
Na mesma missiva, Daniela convida todos “a visitarem e a apreciarem a exposição, não pela arte da fotografia, pois a maior parte dos "corações", tratando-se de "acasos", foram captados por telemóvel, limitando assim a qualidade/resolução da imagem, mas que a vejam e sintam pela mensagem que transmito em cada momento captado”.
 
A estremocense salienta ainda que “é este o desafio: ver com o Coração". 
 
"Serendipidade - Encontrar coisas boas por acaso" estará patente ao público até ao dia 29 de Dezembro.
Modificado em quinta, 17 outubro 2019 09:45
Promovido pelo Grupo de Estremoz da Amnistia Internacional, realiza-se amanhã, dia 4 de Outubro, pelas 19:30 horas, no Pelourinho de Estremoz, um exercício teatral denominado “Por um fio”.
 
O exercício contará com a direcção cénica de Pedro Estorninho, encenador da Oficina de Teatro, que decorreu em Setembro, na sede do Grupo, inspirada na Campanha BRAVE, sensibilizando para a coragem de todos os defensores de Direitos Humanos.
 
Esta iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz.
Modificado em quinta, 03 outubro 2019 17:17
A música, a vida, a obra e o génio de J. S. Bach vão estar em destaque em Alcácer do Sal, de 20 a 22 de Setembro, dias em que o Auditório Municipal da cidade e a Igreja de Santiago recebem o festival "VIVA BACH", promovido pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal e que terá a participação de músicos de Portugal, Áustria, Brasil, Alemanha e Holanda.
 
A iniciativa tem início no dia 20 de Setembro, pelas 21 horas, na Igreja de Santiago, com o concerto "Prelúdios e Fugas", pela dupla austríaca Anna Magdalena Kokits, no piano e Paul Gulda, no cravo.
 
Para o dia 21 de Setembro estão agendados dois concertos na Igreja de Santiago: "As Épocas à Conversa", às 16 horas, com o violoncelista português Paulo Gaio-Lima, o Duo Moving Sounds: Markus Stockhausen, da Alemanha, no trompete e a também alemã Tara Bouman, no clarinete baixo. Pelas 21 horas há "Concertos e Cantatas", com a mezzo soprano holandesa Rosina Fabius, a violinista portuguesa Ana Pereira, e os também portugueses Camerata Alma Mater.
 
No último dia, o "VIVA BACH" arranca às 11 horas com "A Universalidade de Bach". A ter lugar no Auditório Municipal de Alcácer do Sal, esta Mesa Redonda contará com as participações de Vítor Proença, Presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, dos portugueses Alexandre Delgado, Rui Vieira Nery, e Ana Mafalda Castro, do brasileiro Cristiano Holtz, da Sociedade Filarmónica Amizade Visconde de Alcácer e da Sociedade Filarmónica Progresso Matos Galamba. Para terminar, às 16 horas, decorrerá na Igreja de Santiago, o concerto "Flauta de Bisel e Cravo", protagonizado pelo flautista português António Carrilho e pelo brasileiro Cristiano Holtz, no cravo.
 
Com entrada livre e direcção artística de Veronika Schreiber, o festival reúne os apoios da Antena 2, do Museu Nacional da Música, do Governo de Portugal – Cultura, da Direcção-Geral do Património Cultural, da Pianos.pt, da ANA – Aeroportos de Portugal e da Vinci Airports.
Modificado em domingo, 25 agosto 2019 16:57
O espaço público da zona circundante da Igreja da Lapa, em Vila Viçosa, recebe nos dias 6 e 7 de Setembro, o Festivale, uma organização da Comissão de Festas da Juventude do Concelho de Vila Viçosa, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Viçosa, e que segundo a organização “tem o simples objectivo de criar um evento cultural de reconhecimento regional, que junte pessoas de várias faixas etárias, contrariando a monotonia do Alentejo e abordando temáticas que vão desde a expressão artística à recuperação e sustentabilidade do nosso património”. O Festivale não pretende “repetir conceitos”, apostando “em artistas menos óbvios e com reconhecimento nacional”.
 

O Festivale “quer trazer novas tendências a Vila Viçosa mas quer, de igual modo, divulgar projectos e ideias dos jovens talentos do concelho, apostando para isso numa vertente paralela ao Festivale, direccionada para uma temática mais cultural” que se chamará Culturvale, e que segundo a organização, será “divulgada numa fase mais aproximada do evento”.

 
 
 
O talentoso rapper Papillon, o virtuoso cantor e compositor Tiago Bettencourt, os DJ´s Glue e Xinobi, o produtor Pedro e o colectivo de DJ’s Gin Party Soundsystem compõem o cartaz da edição de 2019 do Festivale.
 
Papillon é um nome recente no panorama musical português e que tem conquistado a nova geração do hip-hop nacional. O rapper de Mem Martins traz na bagagem até Vila Viçosa, a experiência da sua participação na Liga Knockout, mas também o reconhecimento por ser um dos elementos dos GROGnation. Traz igualmente um álbum de estreia que marcou, desde o início, o ano de 2018, e que deu maior projecção à carreira de Papillon, rapper que conta com colaborações com nomes como Slow J e presenças em vários festivais, como o NOS Alive. 
 

Pode dizer-se que Dj Glue é, no universo do Hip-Hop português, o DJ dos DJ’s, não só pelas portas que abriu mas também pelo sentido de insatisfação de que pode fazer sempre melhor, sem esquecer o respeito pelos colegas e a importância que dá à cultura do Hip-Hop. Dos fantásticos Da Weasel ao lançamento de "Goodies", Glue tem a seu cargo a curadoria da C.R.E.A.M., no Lux Frágil. Além disso, é presença assídua nos mais importantes clubes e festas do país, onde demonstra técnicas só ao alcance de alguns. Aliando uma rigorosa selecção de música que vai do rap português underground à vanguarda electrónica internacional, Glue é mestre dos pratos e do "real djing".
 
Há muitos artistas de renome em Portugal mas há poucos como Tiago Bettencourt. Um músico com M grande que, após os Toranja, continua a querer reinventar-se e descobrir novas formas de fazer as pessoas felizes. É um dos nomes incontornáveis para os amantes da música cantada na língua de Camões. Para os mais atentos não é preciso dizer mais mas se, por algum motivo, não se conhece o Tiago, nunca é tarde para colocar o ouvido em temas como "Morena", “O Jogo” ou "Se Me Deixasses Ser", sem esquecer a reinterpretação da "Canção do Engate", de António Variações, que nada deve ao original. São mais de 20 anos e cinco álbuns a levar a sua música para novas descobertas e a conquistar novos seguidores. Tiago Bettencourt é mais que a "Carta" dos Toranja e o Festivale é mais que uma festa, é um evento que quer marcar o seu espaço com nomes como o Tiago, onde a qualidade do que se faz é o único critério que conta.

 
Bruno Cardoso é XINOBI, DJ, produtor e, a par de Moullinex, um dos fundadores da Discotexas. Um entusiasta das pistas, do universo do clubbing, dos discos a girar e dos corpos agitados com as batidas mais electrónicas. É conhecido por remisturar artistas como Nicolas Jaar ou Toro Y Moi e por originais como "Puma" ou o novo "On The Quiet", álbum que junta a música de dança ao fado (e não só) e que revela a perspectiva autodidacta que Bruno sempre revelou. A electrónica mais séria chega ao Festivale pela mão de Xinobi e é nela que depositamos a confiança do final deste evento.
 
O cartaz fica completo com mais dois projectos tão distintos mas que fazem todo o sentido no alinhamento do Festivale. Por um lado temos Pedro, produtor que já viu o seu trabalho ao lado de nomes como Carlão, Diogo Piçarra ou Isaura, e noutro espectro oposto, temos Gin Party Soundsystem, um projecto que nem os próprios conseguem descrever, garantindo apenas um simples facto: festão mínimo.
 
 
 
 
 
 
Modificado em terça, 20 agosto 2019 15:43

Numa iniciativa levada a cabo pela Câmara Municipal de Estremoz, irá realizar-se durante o mês de Agosto, no Coreto Municipal da cidade, uma série de concertos a que a organização denominou de “Concertos no Coreto”.

 

A programação do evento será a seguinte:

 

11 de Agosto (domingo) – 21:30 horas

Concerto pela Banda da União - Sociedade Filarmónica Artística Estremocense

 

14 de Agosto (quarta-feira – véspera de feriado) – 21:30 horas

Concerto pela Banda da Sociedade Filarmónica Veirense

 

17 de Agosto (sábado) – 21:30 horas

Concerto pelo Grupo Musical Moura Encantada

 

25 de Agosto (domingo) – 21:30 horas

Concerto pela Banda da Sociedade Filarmónica Luzitana

Modificado em terça, 06 agosto 2019 18:30